Espectro eletromagnético, luz visível e infravermelho: o que isso tem a ver com NDVI?

O Normalized Difference Vegetation Index (NDVI), que em português significa Índice de Vegetação de Diferença Normalizada, é muito utilizado na agricultura para analisar as condições das lavouras. Ele é gerado por meio de imagens obtidas por sensores remotos (como satélites e drones), usado frequentemente para medir a intensidade de atividade clorofiliana na vegetação, sendo de grande importância para análises inteligentes na agricultura.

Seus cálculos são utilizados em diversas aplicações como no monitoramento de lavouras, detecção de efeitos de secas, infestação de pragas, estimativas de produtividade, modelização hidrológica e mapeamento de culturas.

Mesmo sendo muito utilizado no agro, algumas dúvidas em relação ao termo ainda surgem na cabeça de quem lida no campo. Para esclarecer algumas delas, acompanhe uma didática de explicação sobre NDVI.

Captação e geração de imagens

O NDVI é computado realizando aritmética de canais espectrais dos sensores e para ajudar na explicação vamos utilizar um prisma. O prisma é um objeto que “decompõe" a luz. A luz é formada por mais de um “componente" diferente. As cores são componentes da luz também. Uma cor pode ser formada por mais de um componente. Por exemplo, vermelho com verde dá amarelo:

Strider explica o que é O que é NDVI
Imagem: Domínio Público

Além das cores, que são o que conseguimos ver, existem também componentes da luz que não conseguimos, mas estão lá. Um deles é o ultravioleta (UV), que é popularmente conhecido como “os raios solares que fazem mal para a pele". Os conhecidos “filtros solares" são, na verdade, bloqueadores de raios UV.


Leia mais em: http://pordentrodoagro.strider.ag/espectro-eletromagnetico-e-infravermelho-o-que-tudo-isso-tem-a-ver-com-ndvi/

ver mais artigos

Strider

Leia também