NOTÍCIAS

Agricultura debate elevação dos preços dos fertilizantes minerais

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados vai debater o mercado concentrado e os preços elevados de fertilizantes minerais no Brasil. A audiência pública foi pedida pelo deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS), e será realizada nesta terça-feira (17).

Os fertilizantes são substâncias aplicadas ao solo para corrigir deficiências de nutrientes essenciais ao crescimento de produtos agrícolas. Segundo Heinze, a concentração da produção tem impacto direto na elevação dos preços praticados no país.

“São três ou quatro empresas, em nível mundial, que dominam o comércio das matérias-primas, como os fosfatados e os adubos potássicos. Há uma concentração das empresas misturadoras e distribuidoras”, destacou o deputado.

Ele informou que pretende cobrar esclarecimentos sobre a composição dos custos de produção de fertilizantes e compará-la com a de outros países e destacou que o debate é importante porque todos os produtores brasileiros - pequenos, médios e grandes - usam fertilizantes.

Foram convidados para o debate:

• o diretor do Departamento de Infraestrutura, Logística e Geoconhecimento para o Setor (Dilg/Ministério da Agricultura), Marcelo Cabral Santos;

• o economista chefe da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), representando a CNA, Antônio da Luz;

• o coordenador do ramo agropecuário do Sistema de Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Paulo César Dias do Nascimento Júnior;

• o diretor da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), Almir Montecelli;

• o presidente da Associação dos Misturadores de Adubos do Brasil (AMA), George Wagner Bonifácio e Sousa;

• o assessor de Relações Institucionais da Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (Andav), Geraldo Mafra;

• o diretor-executivo da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja), Fabrício Rosa; e

• o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Henrique Osorio Dornelles.

A reunião será realizada a partir de 14h30, no plenário 6.

ver mais notícias