NOTÍCIAS

AgroEncontro chega a terceira edição e reúne mais de 1.200 produtores canavieiros

Fava Neves conversou com participantes do evento

Realizado na Fazenda Experimental da Ourofino, em Guatapará, São Paulo, o 3° AgroEncontro promoveu dias de campo para mais de 1.200 produtores canavieiros. Apresentando novidades em máquinas, defensivos agrícolas e variedades de cana em atividades práticas e teóricas, o evento permitiu que agricultores de todo o país compartilhassem diversas informações, tendo acesso à alta tecnologia e aprendendo mais sobre o mercado com empresas e especialistas renomados.

Durante os quatro dias do encontro, que se encerrou no dia primeiro de abril, a dinâmica foi o grande diferencial: as cooperativas, separadas por agenda, puderam avaliar as diferentes tecnologias para a cultura da cana em situações reais, comparando resultados. Coplacana, Coopercitrus, Coplana e Copercana participaram com seus cooperados e puderam verificar estudos sobre cana-de-açúcar de empresas como o Instituto Agronômico de Campinas (IAC), Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) e Ridesa Brasil, além de técnicas de manejo da Syngenta, desenvolvimento e fabricação de pulverizadores da Herbicat e as maquinarias da Valtra.

“O intuito do AgroEncontro é trabalhar em conjunto com as empresas parceiras para difundir tecnologia e conhecimento, por isso, é um dos maiores eventos do setor sucroenergético do país. Durante o dia de campo, o produtor encontra as variedades de cana, os melhores tratamentos com defensivos agrícolas, aprende sobre a dinâmica de colheita e descobre novas tecnologias de aplicação e máquinas. Acreditamos que isso é muito importante para o profissional ter maior retorno sobre o seu investimento", comenta Luciano Galera, diretor de Marketing, Pesquisa e Desenvolvimento da Ourofino Agrociência.

Além do recorde de participação de público, a terceira edição do AgroEncontro trouxe grandes produtores canavieiros, usineiros e influenciadores de mercado. Carlos Flauzino de Andrade, gerente de suprimentos e relacionamento com fornecedores da Nova América, participou pela primeira vez e teve boas avaliações. “Fundamental para mostrar aos parceiros e agricultores a seriedade da Ourofino Agrociência. O encontro é mais um dos diferenciais da empresa, assim como atendimento e relacionamento com o cliente. Todas essas características são fatores decisivos de compra, pois o produtor opta pela empresa que tem mais segurança e conhecimento", diz Andrade.

Já o produtor de cana-de-açúcar José Olímpio da Paixão, de Mogi-Mirim, é veterano em participações do Agroencontro e tem os produtos da Ourofino como certeza. “O encontro é relevante em todos os setores, tanto na parte de tecnologia como em inovações do mercado sucroalcooleiro. Utilizo toda a linha da Ourofino Agrociência na minha cultura, pois são produtos eficientes e de excelente qualidade", comenta.

Quem participou do evento ainda teve a oportunidade de prestigiar um bate-papo com o engenheiro agrônomo Marcos Fava Neves. “As discussões que tivemos no AgroEncontro são benéficas para o produtor aumentar a competividade neste início de safra – especialmente neste momento, que começamos o período muito melhor que o ano anterior. Os preços estão elevados, o valor do ATR está alto e isso deve contribuir para uma remuneração mais compensadora da cana. São pontos relevantes e animadores para um novo ciclo de investimento, geração de renda, valor e riqueza para o Brasil", afirma Fava.

Em seu estande, a Ourofino Agrociência apresentou toda a linha para cana-de-açúcar (herbicidas e inseticidas), proporcionando diferentes situações de aplicações. Entre os destaques estavam: DemolidorBR, FortalezaBR e CoronelBR, utilizados para ervas daninhas, e DiamanteBR e SingularBR, soluções para insetos.

“Encerramos mais um ano com sucesso de público e com ricas trocas de experiências. Estamos totalmente satisfeitos com o resultado desse encontro, bem como pela integração promovida. Já estamos pensando na próxima edição, afinal, novidades fazem parte e queremos oferecer o melhor aos nossos parceiros e clientes", diz Everton Molina Campos, gerente de Marketing e Inteligência Competitiva da Ourofino Agrociência.

ver mais notícias