NOTÍCIAS

Agronegócio aumenta participação nas exportações brasileiras

Apesar da queda de 9% nas exportações, a balança comercial do agronegócio fechou 2015 com maior participação nas vendas externas do país, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Dos dez principais produtos da pauta exportadora no ano passado, oito foram do setor e responderam por 31,2% do total dos embarques, totalizando US$ 59,7 bilhões, enquanto em 2014 este percentual foi de 29,2%.

A soja em grão foi o produto que mais contribuiu para o maior peso do agro brasileiro no comércio internacional, com 11% de participação, seguida por carne de frango (3,3%), açúcar em bruto (3,1%), farelo de soja (3%), celulose (2,9%), café em grão (2,9%), milho em grão (2,6%) e carne bovina (2,4%). Apenas o milho em grão e a celulose tiveram alta nas exportações do setor, enquanto o restante dos produtos registrou queda.

Segundo a CNA, o milho foi um dos grandes destaques do ano, com as exportações chegando a US$ 4,94 bilhões em 2015, 27,3% a mais do que no ano anterior. “O ótimo desempenho da produção, principalmente do milho safrinha, associado à valorização do dólar frente à moeda nacional, elevou a competitividade do milho brasileiro no mercado externo e possibilitou alavancagem nas exportações do produto”, explica a entidade.

Além do consumo in natura, o milho é matéria-prima para vários produtos, como rações e biocombustíveis. As vendas externas de celulose também foram destaque no ano passado e cresceram 5,5% na comparação com 2014, reflexo da alta do dólar, que ampliou a competitividade no mercado externo, e da alta qualidade do produto brasileiro.

ver mais notícias