NOTÍCIAS

Ameaça e oportunidade para o cultivo são temas de Reunião de Pesquisa Girassol

  • 26/10/2015 |
  • Lebna Landgraf
A XXI Reunião Nacional de Pesquisa de Girassol (RNPG) e o IX Simpósio Nacional sobre a Cultura do Girassol serão realizados conjuntamente nos dias 28 e 29 de outubro pela Embrapa Soja, em Londrina (PR). As inscrições pela internet já foram encerradas, mas podem ser feitas no local do evento.

Para apresentar os desafios para a produção de girassol, a organização do evento convidou um representante para abordar o exemplo da Argentina, que é um grande produtor de girassol com aproximadamente 3 milhões de toneladas. O palestrante Federico Carlos Pablo Bock, da Syngenta, apresentará as ameaças e as oportunidades para a cultura. No Brasil, o estado de Mato Grosso destaca-se pela produção do girassol. Para abordar o exemplo de sucesso de Campo Novo do Parecis, que conseguiu organizar a produção para abastecer a indústria, a programação terá a palestra de Jesur Cassol, da Parecis Alimentos, sobre industrialização do óleo de girassol.

No Paraná, que atualmente produz pouco girassol, o cultivo foi dificultado pelo constante ataque de pássaros. O tema será debatido durante o evento pela representante do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA) Sonia Garibaldi, da Argentina, que irá apresentar estratégias para redução do ataque de pássaros.

A Reunião de Girassol irá abordar temas relacionados ao cultivo, comercialização e industrialização do girassol. “A divulgação das informações sobre todos os aspectos da cadeia produtiva do girassol confere suporte tecnológico à evolução da cultura e pode auxiliar o produtor na obtenção de melhores produtividades e retornos econômicos competitivos”, afirma a pesquisadora da Embrapa Soja, Regina Villas Bôas de Campos Leite, presidente da RNPG.

A expectativa é reunir aproximadamente 100 participantes da cadeia produtiva do girassol, entre pesquisadores, profissionais da assistência técnica e da indústria, assim como acadêmicos e estudantes A RNPG objetiva debater os principais resultados científicos e as recomendações técnicas para a produção de girassol no Brasil. Além disso, pretende-se definir prioridades e estabelecer parcerias de pesquisa e de transferência de tecnologia em girassol nas diferentes regiões do Brasil.

O girassol é semeado no Centro-Oeste (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás), Sudeste (Minas Gerais) e Sul (Rio Grande do Sul) do Brasil. Segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) o girassol foi semeado em 92 mil hectares, resultando em uma produção de 144 mil toneladas, na safra 2014/2015.

Informações: www.embrapa.br/rnpg2015 ver mais notícias