NOTÍCIAS

Aminoagro realiza Rota Tecnológica em lavouras de cafeicultura do Triângulo Mineiro

  • 14/04/2016 |
  • Jacqueline Pereira

Nos dias 14 e 15 de abril, uma equipe de 60 pessoas incluindo produtores, revendedores, técnicos e agrônomos, visitarão 8 propriedades produtoras de café nos municípios de Araguari/MG e Monte Carmelo/MG, na primeira Rota Tecnológica da Aminoagro realizada na região do Triângulo Mineiro. O objetivo dessas visitas é verificar localmente os resultados obtidos com a tecnologia desenvolvida pela Aminoagro no Programa Construindo Plantas (PCP), que é um conjunto de técnicas e produtos para aumentar a eficiência de cada planta em todas as etapas do cultivo.

Começando pelo solo, a Aminoagro entende que para termos uma produtividade consistente e com rentabilidade precisamos de um solo vivo, com equilíbrio físico, químico e biológico, não apenas na superfície, mas também em profundidade. São convidados para a Rota Tecnológica cafeicultores parceiros de Minas Gerais e Goiás que desejam conhecer o PCP Café da Aminoagro, o que vai constituir uma importante oportunidade de troca de experiência sobre os desafios enfrentados em diferentes condições de cultivo e para compartilhar o conhecimento.

Em cada visita, serão comparadas áreas de cultivo com o PCP Café e com outra área testemunha, para comprovação visual dos resultados positivos obtidos. O café é uma cultura perene que possibilita diferentes manejos da lavoura. Sendo assim o roteiro da Rota Tecnológica foi feito visando mostrar desde lavouras muito antigas (depauperadas) que foram recuperadas, até lavouras que desde o plantio utilizam o PCP Café, comprovando a eficiência do manejo.

O sistema de cultivo mais comum na região é o de irrigação com gotejo, principalmente na região de Araguari/MG, que será observado em duas áreas novas (primeiro ano produtivo) e outra área em produção. Outras realidades serão áreas de sequeiro, manejo Safra Zero e com esqueletamento. Um destaque importante da Rota Tecnológica será a visitar lavouras antigas com baixa produtividade, em que o tratamento convencional seria o replantio, entretanto com o Programa Construindo Plantas, da Aminoagro, foi possível recuperar a lavoura com a técnica de poda drástica e estímulos fisiológicos pontuais.

União de forças - Aminoagro e Dimicron são duas empresas de fertilizantes especiais que se uniram em 2015, criando com isso uma companhia que está entre as três maiores do Brasil, com presença em 18 estados. "O principal ganho da união para o produtor rural é a extensão das tecnologias do Programa Construindo Plantas a diferentes culturas e condições de plantio", afirma o presidente da Aminoagro José Ovídio Bessa.

Com três fábricas e dois laboratórios de análise de sementes, a empresa vai inaugurar no segundo semestre em Cruz Alta (RS) o Centro de Inovação Tecnológica, com investimento superior a R$ 3 milhões, com objetivo de pesquisar inovações científicas que promovam maior ganho de produtividade por área. "Começamos pelo princípio que a construção de solo vivo, com qualidade física, química e biológica em profundidade. E orientamos em cada etapa do cultivo o agricultor sobre qual a melhor técnica a ser aplicada para que ele tenha a maior produtividade", explica Bessa.


ver mais notícias