NOTÍCIAS

Aprosoja conhece viabilidade logística do Peru

O agronegócio de Mato Grosso tem como principais produtos de exportação a soja e milho, ambos de baixo valor agregado. Isso significa que o custo do frete impacta fortemente a rentabilidade do produtor. Por isso, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) está sempre procurando verificar a viabilidade de rotas e modais que diminuam este custo.

“A alternativa de escoamento pelo Arco Norte tem se mostrado uma interessante saída, mas o Canal do Panamá reduz sua competitividade. Para buscar alternativas, iremos avaliar a rota pelo rio Solimões”, explica Edeon Vaz Ferreira, diretor executivo do Movimento Pró-Logística. Uma comitiva da Aprosoja estará visitando o Peru até o dia 02 de dezembro, pois o rio Solimões é navegável até aquele país.

Segundo Edeon, existe a possibilidade de navegar até Yurimagua e alcançar o oceano Pacífico nos portos de Paita e Bayovar por modal rodoviário. “Estaremos em contato com os ministérios dos Transportes, da Economia, com a secretaria de Inverciones, a Marinha peruana e importadores do país”, explica José Rezende, coordenador da comissão de Logística.

O Peru faz parte da parceria transpacífica e há a possibilidade da construção da linha ferroviária que passaria por Mato Grosso e poderia alimentar essa nova rota de exportação. Participam também da expedição os diretores Adolfo Petry e Antônio Galvan.

ver mais notícias