NOTÍCIAS

Aprosoja discute biotecnologia com a União Europeia durante missão da ISGA

O diretor executivo da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Wellington Andrade, palestrou em Amsterdam, na Holanda, durante a Conferência GMCC-15 deste ano, sobre a Coexistência entre Produtos Geneticamente Modificados e Não Geneticamente Modificados, bem como sobre os benefícios da biotecnologia no agronegócio.

O evento foi apenas uma das programações da missão realizada pela International Soybean Growers Alliance (ISGA), em português Aliança Internacional dos Produtores de Soja, realizada na Europa, de 17 a 20 de novembro. A ISGA representa produtores de soja, e também indústrias pertencentes à cadeia dos Estados Unidos, Brasil, Argentina, Canadá, Uruguai e Paraguai.

Antes da Holanda, o grupo passou pela Alemanha, onde as discussões foram principalmente sobre o atraso na aprovação de novas biotecnologias na Europa e no opt-out de uso de produtos importados e geneticamente modificados. Opt-out é uma discussão feita atualmente na União Europeia para restrição ou proibição de importação de produtos geneticamente modificados pelos países membros.

“O tema da minha palestra foi 'Soja geneticamente modificada nas Américas e a União Europa - hoje e no futuro', onde buscamos demonstrar os objetivos da ISGA, os benefícios da biotecnologia, a dependência europeia pela importação de soja dos países da ISGA, a produção de soja geneticamente modificada na América do Sul e na América do Norte e as preocupações da ISGA quanto à demora para aprovação de novos eventos de biotecnologia na União Europeia e também quanto ao opt-out de uso de produtos importados e geneticamente modificados”, explica Andrade.

Além de palestrar, o diretor executivo participou do painel “A proposta de opt-out da Comissão Europeia”. Também compuseram a mesa o Conselho Científico da Holanda para Política de Governo, a COCERAL (Associação Europeia para o Comércio de Cereais, Arroz, Rações, Oleaginosas, e Cadeia de Suprimento do Agro) e a FEFAC (Federação Europeia dos Fabricantes de Ração).

ver mais notícias