NOTÍCIAS

Aumentar adesões e priorizar sustentabilidade são metas do Soja Plus em 2016

  • 03/03/2016 |
  • Ascom Aprosoja

Foto: Grupo Cultivar

Aliar cada vez mais o agronegócio à sustentabilidade foi uma das principais metas definidas durante o II Workshop Técnico do Soja Plus Brasil, realizado nesta terça-feira (1º), em Cuiabá. O encontro, organizado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), reuniu as entidades que também coordenam o Soja Plus nos estados de Mato Grosso do Sul, Bahia e Minas Gerais.

São elas, respectivamente: Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária), FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária de MG) e UFV (Universidade Federal de Viçosa), Aiba (Associação de Agricultores e Irrigantes da BA) e Abiove (Associação Brasileira das indústrias de Óleos Vegetais).

Desenvolvido em 2011 pela Aprosoja e Abiove, o Soja Plus tem o objetivo de fazer com que produtores rurais apliquem boas práticas para o atendimento às legislações trabalhista e ambiental.

Desde sua criação, o número de adesões ao programa é crescente. Hoje, são 1.217 produtores rurais participantes. Deste total, 883 estão em Mato Grosso, 200 em Mato Grosso do Sul, 94 na Bahia e 40 em Minas Gerais. Por sua evolução e expectativa de crescimento nos próximos anos, o módulo ambiental é a prioridade em 2016.

“A questão ambiental já está entre as metas do Soja Plus desde sua criação e não apenas no cumprimento do novo Código Florestal. Temos a questão dos resíduos, da conservação de recursos naturais e de boas práticas. Às vezes, as pessoas acreditam que falar de sustentabilidade é falar de desmatamento e reserva legal, mas não é só isso. É preciso ter uma visão macro da propriedade rural”, explica Cid Sanches, gerente de Planejamento da Aprosoja.

Ainda sobre o tema, o Workshop definiu que durante o ano devem ocorrer rodadas ambientais nos estados participantes sobre o novo Código Florestal, meio ambiente e resíduos.

Outro ponto a ser ampliado em Mato Grosso e que será iniciado em Mato Grosso do Sul e Bahia, onde o programa chegou recentemente, são as revisitas. A prática foi iniciada em 2015 e tem o objetivo de constatar a evolução na gestão ambiental, social e econômica das propriedades rurais que fazem parte do Soja Plus. No ano passado, a Aprosoja realizou 192 revisitas, em todas as regiões produtoras de soja e milho.

Seminário – O II Workshop Técnico do Soja Plus já definiu também local e mês do 6º Seminário Nacional do Soja Plus. O evento será em setembro, no munícipio de Luis Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia.

“Neste ano, teremos duas novidades. A primeira é que, como as lavouras são próximas do município, haverá uma visita de campo durante o evento. A segunda é que serão convidados nossos parceiros internacionais, a exemplo da Fefac (Federação Europeia dos Fabricantes de Rações) e a associação empresarial chinesa, que visitaram recentemente o estado de Mato Grosso”, diz a analista de projetos, Cristiane Sassagima.

ver mais notícias