NOTÍCIAS

Ausência de chuva atrasa plantação de soja no Mato Grosso

  • 14/10/2015 |
  • Thais Brazil
Com a chegada da primavera e o início da safra de verão, a plantação da soja já começou, mas, até agora, nem sinal da chuva. Pelo menos, não no estado do Mato Grosso, maior produtor nacional do grão. O plantio da oleaginosa da safra 2015/2016 deveria ter começado nos primeiros dias de outubro, mas, já na metade do mês, ainda há produtores do estado que estão esperando uma boa quantidade de chuva, mais forte e mais frequente, para iniciar a plantação.

“Nos últimos dias choveu uns 50 milímetros na região Sul do estado e alguns produtores arriscaram o plantio, que pode ter sido perdido. Ao todo, temos poucas áreas feitas, até porque, neste ano a chuva está muito restrita a algumas regiões e poucos avançaram com a plantação, a grande maioria realmente resolveu esperar”, diz Valter Peters, gerente do escritório de Rondonópolis (MT), da Embrapa.

Valter explica que a soja não precisa de muita chuva, mas que 50 milímetros podem ser pouco para uma boa germinação, principalmente com o solo quente e ressecado, como está atualmente no Mato Grosso. O problema é que essa situação deve continuar por mais alguns dias, pois, de acordo com César Soares, meteorologista da Climatempo, a maior chance de chuva na região será somente no fim do mês de outubro, a partir do dia 24. “Até lá as temperaturas ficarão altas e o ar seco. O estado ainda está recebendo fracas correntes de ventos vindos do Norte e isso não favorece a formação de nuvens”, revela o meteorologista.

Nenhuma chuva

A cidade de Sorriso, localizada no Médio-norte do MT, é um ótimo exemplo de como tem chovido pouco em todo o estado. Conforme dados da estação automática do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), até o dia 13 deste mês não havia caído nenhum milímetro de água na cidade, sendo que a média histórica de chuva para o mês de outubro, na região, é cerca de 200mm.

Pela média do Inmet, os próximos quinze dias de outubro deveriam ter grandes volumes. Entretanto, não é isso o que a previsão da Climatempo indica: “Chove menos nesta época do ano, pois a mudança na atmosfera ocorre de forma gradativa. O inverno geralmente é mais seco e, na medida em que o verão se aproxima, a tendência é de normalização das chuvas”, diz.

Cabe aos produtores mais cuidadosos esperar até o final de outubro, ou até as primeiras semanas de novembro, quando se encerra o período ideal para fazer a plantação. ver mais notícias