NOTÍCIAS

Avança pesquisa com soja transgênica no Meio-Norte

  • 30/09/2015 |
  • Fernando Sinimbu
A Embrapa Meio-Norte está intensificando nos cerrados do Piauí e Maranhão as pesquisas com as tecnologias transgênicas em soja. Os trabalhos estão concentrados nas cultivares das linhas Intacta, Cultivance e RR. A partir da safra 2015-2016, será ampliada a rede de ensaios na região Meio-Norte, em parcerias com os produtores. Os estudos, em parceria com a Embrapa Soja e a Embrapa Cerrados, estão concentrados nos municípios de Uruçuí, no Piauí, e Chapadinha, no Maranhão.

O pesquisador Paulo Fernando Vieira, responsável pelos estudos, informa que duas novas cultivares da linha Intacta serão validadas. Segundo ele, as cultivares são adaptadas à região e têm excelente performance produtiva, alcançando mais de 60 sacas por hectare. A disponibilidade de sementes ao mercado deve acontecer para a safra 2016/17.

O trabalho está avançando também com as novas cultivares da linha Cultivance, desenvolvidas pela Embrapa e a BASF. O pesquisador diz que essas cultivares podem ser “uma boa alternativa” para áreas onde o controle de plantas daninhas está sendo ineficiente com o manejo do herbicida glifosato, em pós emergência.

Hoje, a principal cultivar de soja da Embrapa plantada na região é a BRS 333 RR. Segundo Paulo Fernando Vieira, a cultivar alcançou uma média de 70 sacas por hectare em fazendas no município de Bom Jesus, no Piauí. O último lançamento, a BRS 8890 RR, apresenta, de acordo com o pesquisador, resistência a nematóide de cisto e pode ser uma alternativa às áreas de refúgio das cultivares Intactas. Outro destaque é a cultivar BRS Sambaíba RR.

Na região, os produtores podem continuar plantando cultivares convencionais, como a BRS 8590, desenvolvida pela Embrapa. Paulo Fernando Vieira destaca o perfil da cultivar: “A BRS 8890 apresenta ciclo precoce, hábito de crescimento indeterminado, resistente a nematoide de galha e tem boa produtividade”. Essa cultivar foi registrada em 2014 e só agora está chegando ao mercado. ver mais notícias