NOTÍCIAS

Bayer lança tecnologia LibertyLink para sojicultores brasileiros

Os desafios atuais da agricultura moderna exigem cada vez mais dos sojicultores brasileiros ferramentas e soluções inovadoras que viabilizem o máximo potencial produtivo das lavouras. Entre estes desafios está a dificuldade de controle de plantas daninhas, um problema crescente que dificulta o manejo dos sistemas agrícolas em todo o mundo, acarretando um possível aumento de custo de produção e reduzindo a produtividade das lavouras. O Brasil já enfrenta a questão de resistência de plantas daninhas e a adoção de tecnologia é uma das principais soluções para este problema, presente nas principais regiões produtoras de soja.

Diante deste cenário, a Bayer traz ao mercado brasileiro para a safra 2016/2017 a tecnologia LibertyLink, inserida em 11 variedades de soja, distribuídas entre as marcas de sementes de soja da Bayer. A tecnologia permite o uso do herbicida Liberty em pós-emergência, para o manejo de plantas daninhas, sem prejudicar as plantas de soja. Esse controle é muito importante e necessário para que estas não comprometam a produtividade das plantas de soja, já que competem diretamente por espaço, luz, água e nutrientes, além de comprometerem a pureza na entrega do grão. Como no Brasil há ainda crescentes problemas de plantas daninhas resistentes a herbicidas, esta nova opção para o agricultor será essencial para o manejo eficiente das lavouras.

“Para nós, da Bayer, este lançamento é um marco para o negócio de sementes de soja no Brasil. Investimos forte em inovação e estamos comprometidos em trazer ferramentas para atender as demandas dos produtores rurais, que podem assim superar os desafios nos campos. Como uma empresa de Ciência da Vida, temos certeza de que a tecnologia LibertyLink contribuirá para o desenvolvimento sustentável da agricultura no Brasil e será uma revolução no mercado de sementes de soja”, destaca Eduardo Mazzieri, diretor da unidade de Sementes da Bayer no Brasil.

A soja com a tecnologia LibertyLink poderá oferecer aos agricultores a possibilidade da utilização de herbicidas de amplo espectro em todas as fases de crescimento da planta de soja, resultando em um controle eficaz de daninhas, viabilizando assim o potencial produtivo das lavouras. “Trabalhamos ao longo dos últimos anos no Brasil para desenvolver variedades adaptadas e de alta qualidade, que ajudem os agricultores a produzirem melhor. Em um sistema de manejo de plantas daninhas associado com uma boa dessecação, a adoção de um pré-emergente com residual e o herbicida Liberty em pós-emergência é uma forma diferenciada para o controle do problema no Brasil. Ainda mais aquelas de difícil controle”, explica Hugo Borsari, diretor do negócio de Sementes de Soja da Bayer no Brasil.

A rotação entre o sistema LibertyLink e outras tecnologias disponíveis no mercado é muito importante e essencial para a sustentabilidade da produção agrícola. O produtor deve gerenciar bem a tecnologia, por meio do sistema de rotação de culturas ou poderá correr o risco de perder seus benefícios, pelo desenvolvimento de possível resistência. “Por isso, além do gerenciamento da tecnologia, é fundamental manejar bem o banco de sementes presentes no solo. A recomendação é fazer todos os esforços para eliminar ou reduzir drasticamente o número de plantas daninhas que escaparam do controle e podem produzir sementes. Com certeza a tecnologia LibertyLink será uma grande aliada do agricultor brasileiro a partir da próxima safra”, destaca Borsari.

LibertyLink é recomendada para o cultivo e para o uso na alimentação humana ou animal no Brasil e em diversos países pelo mundo. A segurança da proteína inserida à semente foi extensivamente avaliada por autoridades regulatórias em muitos países, incluindo Austrália, Argentina, Canadá, União Européia, Japão, África do Sul, Estados Unidos e China. A tecnologia LibertyLink em culturas como algodão, milho e canola já está aprovada em diversos países há anos, inclusive no Brasil.

O herbicida – O Liberty é um herbicida à base de glufosinato de amônio para o controle de plantas daninhas, incluindo as de difícil controle e àquelas resistentes aos herbicidas disponíveis no mercado atualmente. O glufosinato de amônio não possui caso de resistência registrado no Brasil e apresenta um amplo espectro de controle de plantas daninhas de folhas larga e estreita.

Além do efetivo controle das plantas daninhas, o Liberty é totalmente seletivo às variedades de soja com a tecnologia LibertyLink, e pode ser aplicado em qualquer fase da cultura, mantendo as plantações livres da matocompetição que pode interferir significativamente na produtividade das lavouras. Liberty é uma excelente alternativa para rotação de herbicidas e controle de plantas daninhas resistentes.

ver mais notícias