NOTÍCIAS

Brasil reúne autoridades mundiais no combate a doenças no trigo

  • 19/02/2016 |
  • Joseani M. Antunes

O cultivo de trigo no mundo enfrenta dificuldades no controle de doenças, afetando a lucratividade do produto rural e comprometendo a economia nacional. Entre as doenças de difícil controle em trigo destacam-se a giberela e a brusone. Em busca de soluções, o Brasil vai sediar, simultaneamento, dois eventos reunindo o que há de melhor no mundo em conhecimento e pesquisa sobre giberela e brusone. A submissão de trabalhos científicos pode ser feita até o dia 11 de março.

A giberela e a brusone são doenças causados por fungos que atacam as espigas dos cereais de inverno sob condições de alta temperatura e chuvas frequentes no período do espigamento. A importância dessas doenças está na agressividade do fungo, associado ao alto nível de suscetibilidade das cultivares de trigo. Ainda, o controle químico dessas doenças é considerado pouco eficiente e, sob ataque severo, economicamente inviável.

Para o pesquisador da Embrapa Trigo, José Maurício Fernandes, “o sucesso do cultivo de trigo no Brasil exige que os problemas causados por giberela e brusone sejam solucionados. Para tal há necessidade de esforços vultosos da comunidade científica e investimentos em pesquisa e desenvolvimento que possam gerar soluções robustas para esses problemas que tanto dificultam o cultivo de trigo em nosso País”. Ele destaca, assim, a importância da realização dos eventos: “pela primeira vez na história, acontecem no Brasil, simultaneamente, dois eventos que reúnem o que há de melhor no mundo em conhecimento e pesquisa sobre giberela e brusone em trigo”.

Giberela

Giberela é uma doença de maior preocupação para a produção de trigo em todo o mundo. O complexo de espécies de fungos associados com a doença produz micotoxinas que tornam os grãos impróprios para consumo humano e animal. Durante as últimas décadas, epidemias mais frequentes têm atraído a atenção de produtores e pesquisadores em todo o mundo. Na China e no Japão, existem relatos de até 50% de perdas devidas à giberela em trigo, enquanto na Argentina foram estimadas perdas de 30% na produção. Na Índia, em 1996, estimaram-se perdas no campo de 11 a 20% por giberela. Em vários países, como, México, Paraguai, Austrália, entre outros, também existem relatos de perdas causadas por giberela em trigo. Nos Estados Unidos, apenas em Dakota do Norte, entre 1993 e 1998, estimaram-se perdas de dois bilhões de dólares. No Brasil, apesar da ausência de levantamentos, a giberela é considerada uma das mais importantes doenças nas últimas duas décadas, causando prejuízos principalmente na qualidade do trigo colhido nas últimas duas safras nos estados do sul (RS, SC e PR). Atualmente, ainda, não existem medidas de controle eficazes para giberela, constituindo um desafio para a pesquisa mundial.

Brusone

A brusone é considerada a doença de importância econômica mais recente detectada em trigo. O fungo ataca a ráquis da espiga, produzindo grãos deformados e com baixo peso específico, implicando em perdas no rendimento. Restrita às lavouras da América do Sul, a doença está presente e, eventualmente, atinge níveis epidêmicos em áreas de trigo do Brasil, Bolívia, Paraguai e nordeste da Argentina. O fungo que causa a brusonese dispersa através do vento e pode atacar mais de 50 espécies de gramíneas além de sobreviver em restos de culturas, sementes e plantas voluntárias. No Brasil, a brusone é mais importante na região tropical, como no norte do PR, SP, MG, MS, GO e DF. A última epidemia de brusone no Brasil foi observada em 2012, quando danos acima de 40% comprometeram lavouras de trigo no norte PR, MS e sul de SP.

5º Simpósio Internacional de Giberela (5thISFHB)

A primeira edição do Simpósio foi realizado em Suzhou, China, em 2000. Desde então, o evento passou a ser realizado a cada quatro anos. A segunda, a terceira e a quarta edições foram realizadas em Orlando, EUA (2004), em Szeged, Hungria (2008) e em Nanjing, China (2012), respectivamente. Como um esforço permanente, a próxima edição do simpósio será realizado em Florianópolis,SC - Brasil, trazendo cientistas para discutir em conjunto o andamento das pesquisas e explorar a maior cooperação entre as instituições.

O que: 5º Simpósio Internacional de Giberela (5thISFHB) e 2º Workshop Internacional de Brusone (2ndIWWB)

Quando: 6 a 10 de abril de 2016

Onde: Costão do Santinho, Florianópolis, SC – Brasil

Promoção: Embrapa Trigo, Universidade de Passo Fundo, Universidade Estadual do Kansas e Centro Internacional de Melhoramento de Milho e Trigo.

Informações:http://scabandblastofwheat2016.org

ver mais notícias