NOTÍCIAS

Brasil terá representações em simpósio sobre defensivo biológico nos EUA

A Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico, representada por seu presidente, Pedro Faria Jr., será uma das convidadas especiais para participar do International Biocontrol Industry Symposium, a ser realizado nos dias 1 e 2 de março, em Monterey, na Califórnia – USA. O evento, organizado pela BPIA – Biopesticide Industry Alliance, é o mais importante encontro mundial da indústria de defensivos agrícolas biológicos, está na segunda edição, congrega as principais associações de fabricantes do setor e é a primeira vez que a ABCBio participará como convidada especial, em razão, principalmente, da evolução do mercado brasileiro de produtos biológicos para a agricultura.

Em sua palestra no evento, Faria Jr. traçará um panorama atualizado sobre o momento da indústria de defensivos agrícolas biológicos no Brasil, adiantando que, em função de o país ter se tornado um dos maiores produtores mundiais de alimentos, as perspectivas do segmento para os próximos anos são bastante otimistas, apesar das dificuldades enfrentadas atualmente pela economia de forma geral. A expectativa de mercado, segundo ele, é de se manter um nível médio de expansão nas vendas anuais entre 15% a 20% nos próximos anos.

Uma prova da maior importância do mercado brasileiro no cenário global é que a NewAg International, editora de revistas, organizadora de conferências e exposições envolvendo alta tecnologia para agricultura, escolheu o Brasil para ser a sede do Biocontrol LATAM, agendado para ocorrer em Campinas, interior paulista, em novembro. Trata-se de um dos mais importantes eventos internacionais ligado ao segmento de defensivos biológicos e que será coordenado pela ABCBio.

O dirigente da associação também descreverá em sua fala no Simpósio dos Estados Unidos, como a entidade está organizada no Brasil e quais as ações adotadas desde sua criação, em 2007. Entre as iniciativas e realizações da associação que serão detalhadas por Faria Jr. destacam-se aquelas que ampliam o foco em uma agricultura sustentável, ressaltando a importância do uso de produtos menos tóxicos ao meio ambiente e ao homem; a necessidade do manejo de resistência das pragas aos defensivos químicos; oferta limitada de novas moléculas pelos produtores de defensivos químicos; expressivo avanço tecnológico verificado na área de defensivos biológicos, com o desenvolvimento de formulações mais eficientes e com maior vida de prateleira.

Faria Jr. enfatizará ainda a importância da atuação conjunta das empresas associadas da ABCBio com diversos institutos de pesquisas, que possibilitou o surgimento de novas tecnologias disponíveis no mercado brasileiro. Há um consenso no meio de que ainda há muita tecnologia e práticas de manejo para serem desenvolvidas. Segundo sua avaliação, o controle biológico ainda está num estágio inicial de aprimoramento, havendo, portanto, muito conhecimento a ser gerado nesse campo. A seu ver, os defensivos biológicos chegaram para compor um pacote de ferramentas de manejo que resulte em soluções para problemas fitossanitários, no qual os químicos também estão inseridos.

Por fim, o presidente da ABCBio pontuará em sua apresentação que o mercado brasileiro do segmento é influenciado por fatores como uma nova mentalidade dos produtores agrícolas em relação ao manejo integrado de pragas, no qual os defensivos biológicos desempenham papel primordial. Ressaltará ainda que o expressivo aumento na demanda do consumidor final por alimentos com menos resíduos, auxilia nas boas perspectivas de crescimento das vendas de defensivos biológicos no país nos próximos anos.

ABCBIO INTEGRANTE DA BPG – Durante o Simpósio, será realizada também a primeira reunião da BioProtection Global (BPG), a nova denominação da Biocontrols and Biopesticide Associations, a mais importante federação das empresas do segmento em nível mundial, que foi fundada em 2014. O novo nome da entidade foi aprovado em reunião dos integrantes do Conselho realizada no Encontro Anual da Indústria, em 2015, na Suíça. A ABCBio é uma das integrantes da nova entidade, juntamente com as demais representantes do segmento em várias partes do mundo.

O principal objetivo da BPG é alcançar a harmonização internacional em relação a regulamentações de soluções de controle biológico de pragas, ao mesmo tempo em que pretende ser a interlocutora mais importante entre organismos governamentais e não governamentais no que diz respeito a biocontroles e biopesticidas. A criação da BPG ganha importância especial num cenário onde as indústrias de biocontrole e de biopesticida estão experimentando intenso crescimento em todo o mundo, decorrente das exigências dos consumidores e das necessidades dos produtores de alimentos, pressionados cada vez mais por pragas resistentes ao controle químico convencional.

ver mais notícias