NOTÍCIAS

Padronização por manejo nutricional melhora classificação de cebola e alho

  • 02/02/2016 |
  • Alltech Crop Science

Fonte: Alltech Crop Science

Aspectos visuais como cor, tamanho e aparência são determinantes na escolha dos consumidores ao adquirir frutas e hortaliças. No caso da cebola e do alho, o valor comercial é definido principalmente pela classificação de tamanho dos bulbos, o que garante maior rentabilidade ao produtor.

Para atender a esses padrões, agricultores têm contado com o auxílio de soluções biotecnológicas que melhoram o desenvolvimento das plantas e minimizam os efeitos estressantes provocados por adversidades ambientais, como explica o engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico de hortifruti da Alltech Crop Science.

“O tratamento estimula o desenvolvimento da raiz, da parte aérea e da folha, bem como o transporte da seiva para o bulbo, melhorando seu enchimento. Com uma melhor padronização do tamanho do bulbo, consequentemente temos melhor enchimento, peso e classificação, que é a moeda de comercialização do produtor na ponta final", afirma.

Um exemplo é o agricultor Diamerson Dourado, de Irecê (BA), que desde 2008 cultiva cebola, com distribuição para as regiões Nordeste e Sudeste. Há três anos, após adotar o manejo nutricional, observou um incremento de produtividade, qualidade e padronização da hortaliça. “Consegui aumentar a renda de 25% a 30%. A produtividade também está acima da média da região, ficando entre 1.800 a 2.220 sacas por tarefa, que equivale a 2,3 hectares".

Cuidados

De acordo com o engenheiro agrônomo, a cebola com o tamanho de classe 3 (calibre 50 a 70 mm) é a que possui maior preço de comercialização no mercado brasileiro, devido a preferência nacional. Já para o alho, as classes principais são as de 6 a 8. “Os materiais genéticos de cebola são selecionados para que produzam uma alta porcentagem de classe 3, para melhor produtividade e rentabilidade, quando em condições ideais de cultivo".

Dessa forma, diante das adversidades climáticas enfrentadas nos últimos anos, recomenda-se alguns cuidados no cultivo de cebola. “Cada local de plantio deve ter uma adequada densidade populacional, irrigação, nutrição e controle fitossanitário, além de ferramentas que auxiliem na capacidade genética em produzir mais bulbos de classe 3, ou seja, melhor padronização no tamanho, proporcionando bons índices de produtividade e rentabilidade", salienta Revoredo.

ver mais notícias