NOTÍCIAS

Centro-Oeste produz cerca de 42% da safra brasileira de grãos

  • 01/10/2015 |
  • João Carlos Rodrigues
O Centro-Oeste respondeu por cerca de 42% da produção brasileira de grãos na safra 2014/2015, que atingiu 209 milhões de toneladas. A produção da região alcançou 88 milhões de toneladas no ciclo agrícola concluído recentemente, com aumento de 7,7% em relação à temporada anterior (2013/2014), de 81,7 milhões de toneladas, de acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Entre os produtos mais cultivados no Centro-Oeste, estão a soja, o milho e o algodão, importantes itens da pauta de exportação do Brasil.

Os números da safra 2014/2015 mantêm o Centro-Oeste como a principal região agrícola do país, seguido do Sul (77,4 milhões de ton), Sudeste 19,1 milhões de ton), Nordeste (16,8 milhões de ton) e Norte (8 milhões de ton). O CO ocupa essa posição desde a temporada 2011/2012, quando ultrapassou pela primeira vez o Sul, na série histórica da Conab, com uma produção de 71,1 milhões de ton, colhidas em uma plantada de 18,8 milhões de hectares.

Ainda segundo os dados da estatal – responsável pelo acompanhamento da safra brasileira –, a área plantada do Centro-Oeste teve crescimento de 3,6% na safra 2014/2015, na comparação com o período 2013/2014, passando de 22 milhões de hectares para 22,86 milhões de hectares. Já a produtiva aumentou 3,9%, saindo de 3.704 quilos por hectare para 3.850 quilos por hectare.

Estados

Mato Grosso é o principal produtor do Centro-Oeste, conforme as estatísticas da Conab. Na temporada 2014/2015, o estado colheu 51,6 milhões de toneladas de grãos, com acréscimo de 8,2% em relação ao período anterior, de 47,7 milhões de toneladas. A área plantada teve leve crescimento, de 1,8%, saindo de 13,32 milhões de hectares para 13,56 milhões de hectares.

Goiás é o segundo maior produtor agrícola da região. A safra de grãos alcançou 18,9 milhões de ton em 2014/2015, com incremento de 3,7% em relação ao período 2013/2014, de 18,2 milhões de ton. A área plantada de GO cresceu 7,2%, indo de 4,7 milhões de hectares para 5,1 milhões de hectares.

Em seguida, aparece Mato Grosso do Sul, com 16,5 milhões de ton de grãos. A colheita sul-mato-grossense no ciclo 2014/2015 teve acréscimo de 13,3%, em comparação com o período anterior, quando atingiu 14,6 milhões de ton. A área plantada do estado chegou a 4 milhões de hectares, com expansão de 6,5% em relação aos 3,7 milhões de hectares da temporada 2013/2014.

O Distrito Federal, menor unidade da Federação, ocupa a quarta posição. O DF produziu 882,7 mil toneladas de grãos em 2014/2015, em uma área 152 mil hectares. ver mais notícias