NOTÍCIAS

Clima segue beneficiando desenvolvimento das lavouras no RS

  • 11/02/2016 |
  • Emater-RS

Foto: Deise Froelich

Enquanto as lavouras de milho e feijão são colhidas no Rio Grande do Sul, atingindo respectivamente 35% e 70%, as culturas da soja e do arroz seguem em desenvolvimento, beneficiadas pelos condições climáticas do momento. De acordo com o Informativo Conjuntural elaborado pela Emater/RS-Ascar, as altas temperaturas, radiação solar abundante e umidade do solo adequada aceleram o crescimento do milho e garantem o potencial produtivo das lavouras em enchimento de grãos. A produtividade média do milho no RS já apresenta aumento em relação à estimativa inicial e com ótima qualidade comercial. Já as lavouras de feijão semeadas mais tardiamente apresentam ótimo potencial produtivo, devido à melhora das condições climáticas no final do ciclo. Na última região a implantar as lavouras, os Campos de Cima da Serra, o desenvolvimento é satisfatório, com a maioria das áreas em floração.

Na soja, as lavouras vêm apresentando desenvolvimento dentro do esperado, com expectativa de uma ótima safra. Apesar da baixa incidência de pragas, em decorrência do controle preventivo e do clima favorável ao controle natural, os produtores gaúchos continuam aplicando fungicidas para controlar as doenças de final de ciclo. Atualmente, a cultura da soja no RS encontra-se nas fases de desenvolvimento vegetativo (17%), floração (36%), enchimento de grãos (45%) e maturação (2%), com bom estande de lavouras.

O crescimento das lavouras de arroz é favorecido pela chuvas regulares, a intensa radiação solar e as temperaturas elevadas. No Estado, o arroz está com 55% das áreas em germinação e desenvolvimento vegetativo, 20% em floração, 20% em granação e 5% em maturação final.

ver mais notícias