NOTÍCIAS

CNH Industrial recebe importante certificação logística da Receita Federal

  • 11/03/2016 |
  • Carla Medeiros

A CNH Industrial, empresa líder mundial em bens de capital, foi reconhecida como Operador Econômico Autorizado Pleno (OEA-P), uma certificação auditada pela Receita Federal. A OEA-P garante maior agilidade no comércio internacional de mercadorias e é pioneira no Brasil, onde apenas três empresas receberam este reconhecimento.

Com essa certificação, a empresa comprova mais uma vez que apresenta alto grau de segurança em suas operações logísticas, tanto em termos de segurança física da carga, quanto no cumprimento da legislação aduaneira. “Os nossos clientes e parceiros são diretamente beneficiados com a OEA-P, pois conseguimos reduzir em 83% o índice de canais de conferência na exportação, fazendo com que o processo de desembaraço em território nacional seja mais rápido. Assim, a carga chega ao destino com maior rapidez, e a empresa se torna ainda mais competitiva”, afirma Thiago Wrubleski, gerente regional de Logística e Planejamento da CNH Industrial.

A OEA-P é a certificação máxima para as organizações que conseguem atender às duas fases do projeto. Para a CNH Industrial, iniciou-se com a conquista da certificação OEA-S que atende a questões de segurança da cadeia logística. Em seguida, a empresa obteve o reconhecimento com a certificação OEA-C que consiste no atendimento de 11 critérios com foco na regularidade das obrigações tributátrias e aduaneiras que vão desde o sistema de contabilidade e registros fiscais até a garantia de rastreabilidade das mercadorias.

O esforço em conseguir certificações como essa, reflete o compromisso da CNH Industrial com seus clientes. Fato comprovado pela participação da empresa no processo de elaboração dessa Instrução Normativa junto à Receita Federal. “Desde o início, a CNH Industrial esteve presente nas reuniões para a definição dos critérios de avaliação. Sabemos que a OEA-P beneficiará muitas organizações e, consequentemente, o Brasil, pois facilita o comércio, melhora a imagem do País, e incentiva os investimentos externos”, conclui Selma Olivia Maia, diretora de Logística Comercial da CNH Industrial.

O programa OEA já está presente em 52 países e traz entre outros benefícios, a redução do percentual de seleção de despachos de exportação e importação para canais de conferência; a parametrização imediata após o registro da declaração; a prioridade de conferência nas unidades locais da Receita Federal, canal direto de comunicação com a Receita Federal e a possibilidade de usufruir das vantagens de futuros Acordos de Reconhecimento Mútuo com outros países (ARM).

ver mais notícias