NOTÍCIAS

Colheita de soja chega a 97% da área em Mato Grosso do Sul

Região sudeste/sudoeste está com a colheita mais avançada, com média colhida de 99,4%

Dados recentes do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga MS ) apontam que 97,4% da da safra de soja 2015/2016 já foi colhida. Na região sudeste/sudoeste, apenas um município não finalizou a colheita. As informações foram divulgadas na Circular Técnica n° 152, da Casa Rural.

Essa é a área que está com a colheita mais avançada, com média colhida de 99,4%. A colheita só não chegou a 100% da área devido ao município de Bonito, o único, entre 16 cidades, cujo procedimento ainda está em andamento.

No entanto, a colheita já foi concluída nos municípios de Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Bonito, Caarapó, Douradina, Dourados, Fátima do Sul, Itaporã, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Naviraí, Ponta Porã, Rio Brilhante e Vicentina.

A região sudeste/sudoeste, por outro lado, está com 90% de sua área colhida. Bandeirantes, Camapuã, Campo Grande, Chapadão do Sul, Costa Rica, Jaraguari, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Sidrolândia, Sonora e Terenos colhem os últimos hectares de soja.

No comparativo com a safra passada, a colheita continua atrasada. No entanto, os percentuais estão menores em relação aos levantamentos anteriores, de 25 e 18 de março. De acordo com o levantamento do dia 1 de abril, o atraso de porcentagem de área colhida no Mato Grosso do Sul, em relação à safra 2014/2015, é de aproximadamente 2% atualmente.

Esse atraso diminuiu durante a última semana porque as condições climáticas contribuíram para uma evolução da colheita nesta reta final. O desenvolvimento da colheita foi de aproximadamente 4,5% no Estado, o que significa que mais de 105 mil hectares foram colhidos neste período.

Plantio do milho

Ainda de acordo com os dados elaborados no último dia 01, 94,2% da área de milho acompanhada pelo Siga MS já iniciou a semeadura no Mato Grosso do Sul. Esse procedimento está mais avançado na região sul, com média plantada de 97,1%, enquanto a região centro está com 92,2% e, a região norte, com 70,3% de sua área plantada.

Durante a última semana, a semeadura evoluiu aproximadamente 6,5% em Mato Grosso do Sul, ou seja, cerca de 115 mil hectares foram plantados neste período. Mesmo assim, o plantio do milho registra atraso até o momento quando os números são comparados à mesma data na safra 2014/2015.

Por causa disso, verifica-se grande possibilidade de não ser concluído o plantio de 100% da área estimada. Aproximadamente 6% da área utilizada para plantio no Estado ainda não foi plantada e já se passaram 22 dias do fim do período estabelecido pelo Zoneamento Agrícola de Risco Climático, Portaria Nº 236, 21 de dezembro de 2015.

Segundo o zoneamento, as melhores condições para semeadura da cultura do milho 2ª safra 2015/2016 em Mato Grosso do Sul encerraram no dia 10 de março. No entanto, segundo o analista de grãos do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) Leonardo Carlotto, pode-se considerar como período ideal de plantio até o dia 15 de março.

Outras informações sobre a safra de milho e soja podem ser obtidas na Circular Técnica, por meio de cadastro no link:http://www.sigaweb.org/ms/sistema/.

ver mais notícias