NOTÍCIAS

Conab quer promover intercâmbio do Brasil com a Espanha para melhorar mercado de frutas e verduras

Em encontro realizado esta semana com representantes da Embaixada da Espanha, técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), da área de Modernização do Mercado Hortigranjeiro, propuseram uma parceria para realização de seminários e troca de experiência na produção e comercialização de frutas e verduras nas centrais de abastecimento (Ceasas) do Brasil.

O objetivo do convite feito pela Conab é trazer os recursos técnicos utilizados com eficiência na Espanha em benefício desse segmento agrícola, com vistas sobretudo à redução de perdas no transporte de produtos, além da modernização e agregação de valor.

A transferência de tecnologia e de conhecimento visa favorecer produtores de pequeno porte, caso dos familiares, organizados em associações e cooperativas.

Na Europa, a produção e comercialização de frutas e verduras é modelo para muitos países, destaca o superintendente de Abastecimento Social da Conab, Newton Jr. Foi a partir da experiência da Espanha que Brasil criou as Ceasas. O diretor de Operações e Abastecimento da Companhia, Igo dos Santos Nascimento, acredita nesta parceria como forma de agregar valor ao mercado de hortigranjeiros. Entre as ações previstas, está a capacitação em práticas agrícolas e pós-colheita dos produtos.

A comercialização de frutas e verduras nos principais entrepostos do Brasil movimentou no ano passado mais de 65 milhões de toneladas de produtos. Só nas Ceasas foram cerca de 16 milhões, com uma arrecadação de R$ 30 bilhões. “Se considerarmos as perdas de 30% e a produção não comercializada, o movimento nas centrais de abastecimento corresponde a, aproximadamente, 40% da produção comercializada no país”, enfatiza Júnior.

Estiveram presentes no encontro Luis Benito Ruiz, Lucio Carbajo Goñi, Maria Amelia Guzmán, todos ligados à área de agricultura, alimentação e meio ambiente e comercialização da Espanha, além do ministro Milton Randó, do Ministério das Relações Exteriores, Osório Coelho, da Secretaria de Inclusão Social do Ministério de Ciência e Tecnologia, e assessores.

ver mais notícias