NOTÍCIAS

Concurso de silagem tem 64 produtores inscritos

  • 25/09/2015 |
  • Mariliane Cassel
Se depender da Cotrijal, Syngenta, produtores e técnicos veterinários, a 2ª edição do Concurso de Produtividade em Silagem de Milho 2015/2016 deverá revelar patamares ainda melhores na qualidade da silagem e na produtividade de leite na região da cooperativa. Neste ano, são 64 os produtores inscritos. Os resultados serão divulgados em março. O lançamento foi na noite de quarta-feira (23), na sede da Associação dos Funcionários da Cotrijal (AFC).

“Queremos estimular os produtores a buscarem maior produtividade, para que sejam mais competitivos em suas propriedades”, ressaltou o gerente de Produção Animal da Cotrijal, Renne Granato.

O presidente da Cotrijal, Nei Cêsar Mânica, e o vice Enio Schroeder prestigiaram evento. “Temos produtores muito bons, assistência qualificada e uma grande parceira, a Syngenta. Com certeza será um belo trabalho”, afirmou Mânica.

Durante o evento, os produtores receberam orientações técnicas com relação à lavoura, solo e adubação, que foram repassadas pelo RTV da Syngenta, Juliano Tiago Recalcatti. Nesta edição, além dos 64 produtores inscritos, são 12 técnicos envolvidos, 512 visitas técnicas previstas, quatro híbridos e 400 hectares de área monitorada.

O concurso premia dois produtores da Cotrijal com melhor desempenho em cada um dos quatro híbridos de milho que a Syngenta comercializa para uso na produção de silagem. O critério para seleção dos vencedores será a produtividade (massa verde/hectare) e a análise bromatológica (avaliação das substâncias nutritivas), feita em laboratório. Os produtores terão o acompanhamento da Cotrijal e da Syngenta desde o plantio até o corte do milho e a produção da silagem.

Quem está caprichando na lavoura é Ivanor Bosse, de Coqueiros do Sul, que no ano passado ficou com o segundo lugar no híbrido Maximus Viptera 3. “Plantamos o milho no maior capricho. Com a assistência técnica da Cotrijal e a adubação correta acredito que o resultado será ainda melhor”, disse. Ari Schneider, de Santo Antônio do Planalto, que conquistou o primeiro lugar com o híbrido, também está entre os inscritos. Ano passado, ele produziu 80 toneladas de massa verde por hectare, com potencial para produzir 41,9 mil quilos de leite/hectare. ver mais notícias