NOTÍCIAS

Coordenador do Cepea recebeu homenagem por contribuições ao agronegócio no Senado Federal

  • 14/10/2015 |
  • Cepea
O professor da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ), Geraldo Barros, coordenador científico do Cepea, foi homenageado na última terça-feira (13/10) com o título "Herói da Revolução Verde Brasileira". A entrega foi feita em Sessão Plenária do Senado Federal, em Brasília (DF), oportunidade na qual foram comemorados os 70 anos da FAO/ONU – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura.

Essa homenagem é prestada àqueles que tiveram papel decisivo na história do agronegócio brasileiro. Foi criada pelos organizadores do Fórum da Inovação, Agricultura e Alimentos, por meio da iniciativa Desafio 2050: Unidos para Alimentar o Planeta.

O Fórum é uma iniciativa conjunta da FAO/ONU, Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A cada ano, dez novas personalidades são homenageadas.

Além do professor Geraldo Barros, na edição de 2015 também recebem a homenagem: Alberto Duque Portugal, Aroldo Galassini, Heitor Cantarella, Lourival Carmo Monaco, Luiz Otávio Campos da Silva, Mauro de Rezende Lopes, Ruy de Araújo Caldas e Teresa Losada Valle. O Campus “Luiz de Queiroz”, da USP em Piracicaba, foi representado ainda pelo professor Carlos Clemente Cerri, também homenageado.

Geraldo Sant´Ana de Camargo Barros é professor sênior da Universidade de São Paulo; é líder e coordenador Científico do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da USP/ESALQ. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Macroeconomia e suas relações com o agronegócio. A evolução da produtividade agropecuária, com suas causas e desdobramentos, é temática de boa parte de seus trabalhos.

O professor Geraldo graduou-se em Engenharia Agronômica pela ESALQ, onde também fez mestrado. Seu doutorado em Economia foi desenvolvido na Universidade Estadual da Carolina do Norte (1976), sendo sua tese premiada como melhor tese de PH.D em Economia Rural nos Estados Unidos. Fez também o pós-doutorado naquele país, na Universidade de Minnesota (UMN). Como parte de sua carreira acadêmica, já orientou 34 dissertações de mestrado e 25 teses de doutorado; atualmente, têm mais cinco orientados. Já publicou livros e centenas de artigos, sendo cerca de 70 em periódicos de grande relevância. Também presidiu a Sober (Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural) e tem atuado como consultor do Banco Mundial, FAO/ONU, Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&FBovespa) e Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) entre outras instituições.

Foto: André Oliveira ver mais notícias