NOTÍCIAS

Dia de Campo do Arroz é nesta quinta, dia 10

  • 07/03/2016 |
  • Cristiane de Farias Betemps da Silva

Foto: Paulo Lanzetta

A Embrapa realiza inúmeros dias de campo ao longo de cada ano, mas mantém uma tradição de planejar em sua agenda de trabalho os dias de campo institucionais. Uma dessas atividades é o Dia de Campo em Sistemas de Produção de Arroz Irrigado, organizado pela unidade de pesquisas em Pelotas (RS), a Embrapa Clima Temperado, que vai acontecer no próximo dia 10, quinta-feira, aonde serão mostradas tecnologias inovadoras para os sistemas de terras baixas.

O dia de campo é dirigido em especial a produtores rurais; agrônomos e técnicos da assistência técnica, representantes de indústrias, professores e outros profissionais envolvidos diretamente na cadeia produtiva do arroz irrigado. " A intenção é apresentarmos, no campo, os trabalhos em fase de validação tecnológica submetendo-os a uma análise crítica de viabilidade técnica, econômica e ambiental. Acreditamos que este novo modelo de trabalho proporcionará maior integração entre os diferentes componentes da cadeia produtiva do arroz com a Embrapa ", explicou o pesquisador da equipe de pesquisa em arroz, Ariano Magalhães Martins Júnior.

A equipe de pesquisa pretende reunir estas contribuições para desenvolver propostas futuras, centradas em demandas reais, que possibilitem a adoção pelo sistema produtivo em terras baixas. "Queremos, ainda mais, contribuir nas soluções tecnológicas para o Rio Grande do Sul", enfatizou.

A atividade se realiza somente no turno da manhã, com início marcado às 8h30 e término às 12h30. Serão tratados temas como o melhoramento genético, através da apresentação da nova cultivar de arroz irrigado, a BRS Pampeira; o manejo integrado de pragas; o manejo da água e o uso racional de insumos.

O dia de campo acontece nos campos experimentais da Estação Experimental Terras Baixas (ETB) da Embrapa, localizada no Capão do Leão(RS).

A nova cultivar de arroz irrigado

A BRS Pampeira foi lançada há pouco, na 26ª Abertura da Colheita do Arroz, em Alegrete(RS) para todo o setor orízicola. Ela é de ciclo longo e possui alto potencial produtivo, acima de 10 toneladas/hectare. É resistente à brusone, é rústica e tem elevado perfilhamento. O grão é longo e fino, apresenta teor de amilose alto e temperatura de gelatinização baixa, conferindo padrão solto e macio após o cozimento.

A BRS Pampeira originou-se do cruzamento entre a variedade IR 22 e a linhagem CNA 8502 e possui um ciclo biológico de 133 dias da emergência à maturação no Estado e as plantas são consideradas modernas.

O resultado desse material genético é um trabalho conjunto de pesquisa em arroz com pesquisadores da Embrapa Arroz e Feijão (Santo Antonio de Goiás/GO), Embrapa Clima Temperado (Pelotas/RS) e da Embrapa Produtos e Mercado (escritório do Capão do Leão/RS).

Serviço:

O que: Dia de Campo em Sistemas de Produção de Arroz Irrigado

Quando: dia 10 de março, quinta-feira, das 8h30 às 12h30

Onde: Estação Experimental Terras Baixas - Capão do Leão (RS)

ver mais notícias