NOTÍCIAS

Docente e alunos são premiados no 26º Congresso Brasileiro de Entomologia

  • 24/03/2016 |
  • Caio Albuquerque

Durante o 26º Congresso Brasileiro de Entomologia, realizado em Maceió (AL) de 13 a 17 de março, o professor Roberto Antonio Zucchi do Departamento de Entomologia e Acarologia da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ) recebeu o Prêmio Ângelo Moreira da Costa Lima. Também foram premiados o doutorando Programa de Pós-graduação em Entomologia da ESALQ, Antonio Rogério Bezerra do Nascimento,agraciado com o Prêmio Flávio Moscardi e a doutoranda Aline Sartori Guidolin, que recebeuo Prêmio de 1º lugar no Concurso Estudante – Categoria Doutorado.

O Prêmio Ângelo Moreira da Costa Lima foi criado em 2010 pela Sociedade Entomológica do Brasil (SEB). Esse prêmio presta uma homenagem ao entomologista Ângelo Moreira da Costa Lima, que se destaca pela ampla dimensão de suas obras: doze tomos sobre as principais ordens dos insetos, denominando-os "Insetos do Brasil". O Prêmio Flávio Moscardi foi instituído pela SEB para liderança em Entomologia Aplicada, que escolheu o nome de Flávio Moscardi pela brilhante carreira científica na área de Manejo Integrado de Pragas e Controle Biológico de Insetos na EMBRAPA Soja. O prêmio é oferecido pela empresa Dow AgroSciences e reconhece estudantes de mestrado ou doutorado com notável capacidade de liderança, conhecimento técnico e que possuam uma pesquisa inovadora voltada à Entomologia Aplicada. A premiação do Concurso Estudante da SEB, com um pacote de viagem para participação no 25º Congresso Internacional de Entomologia em Orlando, Flórida (EUA), a ser realizado no período de 25 a 30 de setembro de 2016, é entregue nas categorias graduação, mestrado e doutorado.

Roberto Antonio Zucchi – É professor titular do Departamento de Entomologia e Acarologiada ESALQ. Mestre e Doutor em Entomologia pela ESALQ e especialização em Taxonomia de Insetos e Ácaros de Importância Agrícola, no então, Commonwealth Institute of Entomoloy, Inglaterra. Foi presidente da SEB (2002 a 2006) e membro de comissões organizadoras de vários eventos da SEB. Membro do Corpo Editorial dos Anais da SEB (1984 a 1999) e daNeotropical Entomology (desde 1999). Editor do Informativo da SEB (1995 a 2008). Coordenador das listas de discussão – SEB-l e wgfruitfly-l. Tem experiência em Taxonomia de Insetos com ênfase nas espécies de importância agrícola. Descreveu várias espécies deAnastrepha (moscas-das-frutas) e de Trichogramma (parasitoides de ovos). Autor de 15 livros, 47 capítulos e mais de 130 trabalhos científicos publicados. Concluiu a orientação de 24 alunos de Mestrado e 18 alunos de Doutorado. Atualmente é bolsista de Produtividade em Pesquisa 1B do CNPq e membro honorário da SEB.

Antonio Rogério Bezerra do Nascimento – Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual da Paraíba. Concluiu o mestrado no Programa de Pós-graduação em Entomologia pela ESALQ e atualmente é aluno de doutorado sob a orientação do Prof. Celso Omoto. Realiza pesquisas na área de caracterização dos mecanismos moleculares da resistência da lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) a inseticidas e proteínas Bt, utilizando técnicas de sequenciamento de nova geração em RNA e DNA. Segundo Antonio Rogério, as novas tecnologias empregadas em estudos de biologia molecular serão ferramentas fundamentais para obtenção de conhecimento aprofundado em temas complexos como evolução da resistência de insetos a táticas de controle. Essas ferramentas estão promovendo a democratização da biologia molecular de alta complexidade, auxiliando na busca de respostas para fenômenos complexos como a adaptação de indivíduos resistentes a inseticidas e toxinas Bt, tanto a nível genômico como em expressão gênica possibilitando uma visão cada vez mais sistêmica deste processo evolutivo para auxiliar no manejo da resistência de insetos a táticas de controle. É bolsista da FAPESP e para o desenvolvimento do projeto conta com a colaboração do Prof. Fernando Luis Cônsoli do Departamento de Entomologia e Acarologia da ESALQ e da pesquisadora Karina Lucas da Silva Brandão, do CENA.

Aline Sartori Guidolin – É bióloga formada pela ESALQ. Concluiu o mestrado no Programa de Pós-graduação em Entomologia pela ESALQ e atualmente é aluna do doutorado sob a orientação do Prof. Fernando Luis Cônsoli. Apresentou o trabalho intitulado “Spiroplasmaalters the proteomics of Toxoptera citricida independently of host plant”. Esse trabalho faz parte do seu projeto de tese, que contou com a colaboração do Prof. Carlos Alberto Labate e da Dra. Thais R. Cataldi do Laboratório de Genética de Plantas do Departamento de Genética da ESALQ, e do Prof. Frederic Francis da Universidade de Liège na Bélgica, onde a aluna realizou seu doutorado sanduíche com bolsa FAPESP-BEPE. Seu projeto de tese visa compreender a relação entre o pulgão T. citricida e seus simbiontes secundários em níveis crescentes de complexidade por meio de estudos de biologia comparada, genômica, transcritômica e proteômica. No trabalho premiado no congresso, mostrou que o simbionte secundário Spiroplasma altera as proteínas do hospedeiro T. citricida de formas diferente dependendo da planta que o hospedeiro se alimenta. Em plantas de alta qualidade nutricional, a infecção pelo simbionte Spiroplasma provoca um aumento de proteínas de defesa no hospedeiro, enquanto que em plantas de baixa qualidade nutricional o hospedeiro apresenta um aumento de proteínas ligadas a síntese de aminoácidos e antioxidantes frente a uma diminuição de proteínas de defesa. Esses resultados colocaram a interação Spiroplasma-T. citricida em um cenário maior, abrangendo as plantas hospedeiras, e também indicaram que, nesse caso, a aptidão biológica do hospedeiro é um balanço entre nutrição e sistema imune.

ver mais notícias