NOTÍCIAS

EBITDA da Algar Agro tem variação positiva de R$ 142,6 milhões

A geração de caixa no período foi de R$ 248,4 milhões, um crescimento de R$ 284,4 milhões frente a 2014, demonstrando a solidez dos resultados gerados pela companhia. O faturamento ficou em R$ 2.195,4 milhões no ano passado, puxado pela estratégia de aumento das exportações do complexo soja e milho, o que representou um crescimento de cerca de 16% em relação ao ano anterior.

O bom desempenho dos negócios da Algar Agro tem relação direta com o novo modelo de negócio, nova estrutura organizacional, novas áreas geográficas de atuação e aumento do volume das exportações em cerca de 34% em relação ao mesmo período de 2014.

Além disso, a reorganização das forças de vendas no B2C e B2B e o novo conceito de distribuição forneceram uma maior integração nas cadeias de valor de mercado o que possibilitou uma melhor captura de valor nesses segmentos, reforçando a crença da organização no atendimento aos clientes e consumidores do mercado doméstico.

Uma outra estratégia assertiva foi a inserção do milho no portfólio dos produtos da Algar Agro. No período, foi responsável por 14% do total exportado em toneladas, ampliando o leque de produtos da empresa e acesso a outros mercados consumidores. O produto traz um novo modelo econômico na estabilidade da geração de caixa e utilização dos ativos fixo.

A questão da plataforma logística favoreceu positivamente os números do ano passado. A Algar Agro começou a exportar por novos portos do país, sobretudo no Sudeste (Porto de Santos-SP e Vitória-ES), Sul (Porto do Rio Grande), novo terminal Tegram (São Luís-MA), além de sua tradicional via de exportação representada pelo porto de Ponta da Madeira-MA.

A empresa também investiu na melhoria de seus processos fabris com o investimento em novas caldeiras e na fabricação interna de embalagens “pet” (900 ml mais leve do mercado). Esses dois projetos trouxeram melhoria para a capacidade de produção de vapor e aumento de competitividade alinhados na busca de produtos com menor impacto ambiental.

Para contribuir com os bons resultados, a Algar Agro investiu na melhoria e aquisição de silos, o que possibilitou maior capacidade de originação de soja e milho, otimizando custos fixos e movimentando mais grãos com a finalidade de fomentar as vendas no mercado externo.

Outro ponto importante para a evolução dos resultados em 2015 foi o investimento nos talentos da empresa. O número de horas de treinamento cresceu mais de 300% comparado ao ano anterior, e visa garantir a perenidade dos resultados gerados pela organização.

Para o diretor-presidente da Algar Agro, Murilo Sant'Anna, as melhorias no balanço financeiro da empresa em 2015 devem-se à gestão estruturante ativada no início deste ano. “Uma nova visão comercial de origem e destino, a busca da eficiência operacional, a produtividade fabril, a gestão de qualidade da matéria-prima e um melhor desempenho das margens operacionais, combinados com a melhoria dos sistemas e controles, resultaram nos números positivos registrados no período”, afirmou Sant'Anna.

ver mais notícias