NOTÍCIAS

Embrapa e Sistema Famato/Senar apresentam novas tecnologias para sistemas produtivos em Mato Grosso

  • 14/04/2016 |
  • Gabriel Faria

A Embrapa Agrossilvipastoril, o Sistema Famato/Senar e parceiros realizam nesta sexta-feira, dia 15, a partir das 7h30, o 6º Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção Agropecuária. Neste ano a programação trará tecnologias inéditas para os produtores de Mato Grosso e uma nova possibilidade de interação dos participantes com os palestrantes.

A programação do evento contará com um circuito de quatro estações temáticas e, após a quarta rodada de palestras, outras quatro opções de estações satélites. Esses são espaços onde não haverá uma palestra, porém pessoas capacitadas estarão à disposição dos participantes para dar mais informações sobre as tecnologias e projetos, bem como para tirar as dúvidas existentes.

Tecnologias inéditas

O grande destaque deste dia de campo é a abordagem de tecnologias novas para os agricultores e pecuaristas de Mato Grosso. Uma destas tecnologias será apresentada em público pela primeira vez durante o evento em Sinop. O Sistema Universal de Eletrificação de Gotas para Bicos Hidráulicos foi recentemente desenvolvido pela Embrapa Meio Ambiente e possibilita, de maneira inovadora, converter qualquer bico de pulverização hidráulica em eletrostática.

O invento será apresentado pelo pesquisador AldemIr Chaim, que fará a demonstração da conversão em um pulverizador costal.

Na pulverização eletrostática uma carga elétrica estática é induzida em cada gota emitida, o que faz com que ela seja atraída pela planta que possui carga neutra. Com a inovação da Embrapa, é possível gerar uma carga elétrica muito alta em gotas pequenas, de 40 micrômetros. Essa carga elevada faz com que elas atinjam a planta muito rapidamente, antes mesmo de serem volatilizadas. Além disso, o fato de todas as gotas estarem com cargas elétricas de mesmo sinal faz com que haja uma repulsão entre elas. Com isso é possível atingir as plantas de maneira mais uniforme, mesmo em regiões mais escondidas, aumentando a eficiência do controle de pragas e doenças na lavoura.

O cultivo da bananeira também terá novidades durante o dia de campo. Em uma das estações o pesquisador da Embrapa Amazônia Ocidental Luadir Gasparotto mostrará duas novidades que contribuirão com o manejo das plantas. Uma é o sistema de deposição de fungicida na axila da segunda folha, que contribui para o controle da sigatoka-negra. A outra é o desperfilhador por roto-compressão, chamado comercialmente de Nova Lurdinha. O equipamento acaba de chegar ao mercado e tem maior eficiência na destruição dos perfilhos, além de aumentar a produtividade da operação.

As características e o manejo das novas cultivares de plantas forrageiras desenvolvidas pela Embrapa, como BRS Tamani e BRS Zuri, serão o tema da estação conduzida por Marcos Roveri, da Unipasto, e pela pesquisadora da Embrapa Gado de Corte Valéria Pacheco Euclides. Também serão abordados os próximos materiais a serem lançados pela parceria entre Embrapa e Unipasto.

A integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) também terá seu lugar no dia de campo em uma estação que abordará o manejo e a condução do componente florestal no sistema integrado. A apresentação será feita pelos engenheiros florestais Diego Antonio, da Embrapa, e Jaldes Langer, da Flora Sinop.
Estações satélites

Após o fim do circuito de estações, os participantes terão a oportunidade de retornar a um dos temas que mais lhe interessaram ou ainda poderão visitar outras quatro estações satélites.

Em duas delas, sobre sorgo biomassa e feijão-caupi, será possível conhecer cultivares, sistema de produção e conversar com os pesquisadores Flávio Tardin e José Ângelo que trabalham com as culturas.

Já em outras duas estações satélites os visitantes poderão conhecer o projeto Rural Sustentável, que premia iniciativas sustentáveis de produtores de dez municípios de Mato Grosso, inclusive Sinop, e o projeto Plantwise, que instalou clínicas de plantas em algumas regiões do estado. Kátia Cavalheiro, do BID, e Yelitza Colmenarez, do Cabi, atenderão aos participantes.

Inscrições

As inscrições antecipadas para o dia de campo já estão encerradas, porém quem não se inscreveu e desejar participar poderá se inscrever no dia do evento.
Em sua sexta edição, o Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção Agropecuária tem se tornado um importante evento de transferência de tecnologia em Mato Grosso, reunindo participantes de inúmeros municípios do estado.

Neste ano, além da continuidade da parceria com Sistema Famato/Senar, o evento conta com patrocínio do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID), da Unipasto e da Rede de Fomento ILPF.

ver mais notícias