NOTÍCIAS

Embrapa oferece curso gratuito de Citogenética Vegetal

  • 20/01/2016 |
  • Irene Santana

A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia promove, no período de 07 a 11 de março de 2016 e entre os dias 21 e 25 de março de 2016, o curso gratuito "Citogenética Vegetal". O objetivo do curso é capacitar profissionais, pesquisadores e estudantes de pós-graduação nos aspectos teóricos e práticos da análise citogenética clássica e molecular de plantas para caracterização, conservação, taxonomia, identificação de cromossomos e detecção de sequências e cromossomos específicos. As inscrições estão disponíveis até o dia 20 de fevereiro.

A Citogenética Vegetal é o estudo dos cromossomos por meio da citologia, de forma isolada ou conjunta, condensada ou distendida, abordando principalmente a estrutura, morfologia, organização, função e replicação, e sua herança, tanto no que se refere a variações ou estabilidade genômica e evolução. A citologia e a genética, que juntas formam a Citogenética, tiveram seu desenvolvimento principalmente a partir do início do século passado, com o aprimoramento da microscopia e técnicas associadas, aplicada principalmente com objetivo de caracterização e conservação de germoplasma, fins taxonômicos e evolutivos, e no melhoramento genético.

Essa metodologia permite a observação de genomas eucarióticos, organizado em blocos individualizados, facilmente detectáveis, medidos, diferenciados e manipulados. Portanto, a análise cromossômica e cariotípica, com maior resolução e precisão e a identificação específica de cromossomos e sequências de DNA é um procedimento cada vez mais importante em várias áreas, principalmente em plantas, onde, dependendo do material vegetal a ser explorado, os conhecimentos podem ser restritos.

Segundo a coordenadora do curso, a pesquisadora Ana Cláudia Guerra, o curso tem como objetivo o treinamento na área de Citogenética Vegetal via aspectos teóricos e práticos como determinação, número, padrões de bandeamento e sequências de DNA específicas em cromossomos metafásicos de plantas para caracterização, conservação, taxonomia, distribuição, diferenciação de cromossomos e sequências especificas de DNA, utilizando para tal fim a citogenética molecular e a citogenômica.

"A caracterização cromossômica é baseada em parâmetros morfológicos, incrementada pelas técnicas de bandeamento, colorações, quantidade de DNA e hibridização in situ por fluorescência - FISH. Essas abordagens permitem identificar pequenas variações estruturais, como deleções, duplicações, inversões; níveis de ploidia e conteúdo de DNA; localização de sequências específicas de DNA em cromossomos e núcleos interfásicos", explica a pesquisadora.

O curso tem apenas seis vagas disponíveis e carga horária total de 60 horas/aula para os módulos teórico e prático. As aulas acontecerão das 8h às 12h e das 13h às 17h entre os dias 7 e 11 de março e das 8h às 12h entre os dias 21 e 25 de março de 2016. O público-alvo são profissionais, pesquisadores e estudantes de pós-graduação das áreas de Botânica, Biologia Celular e Molecular, Genética, Biotecnologia, Agronomia e Engenharia Florestal.

A parte teórica vai englobar temas como histórico da citogenética, tipos e aplicações, citogenética molecular e citogenômica e sua aplicação na determinação do número de cromossomos e nível de ploidia; análises de estabilidade genômica, principalmente em plantas regeneradas in vivo e transformadas; análises evolutivas, citotaxonômicas e de compatibilidade; distribuição de sequencias específicas de DNA correspondentes a clones, genes e outros por hibridização in situ por fluorescência; avaliação de híbridos; avaliação da inserção de transgenes, entre outras aplicações bem como teoria das práticas de laboratório a serem realizadas. Também está prevista a realização de palestras temáticas e de um bate-bola (discussão de projetos e resultados), além de seminários a serem apresentados pelos participantes.

As aulas práticas serão realizadas nos laboratórios da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia em Brasília, DF, e vão treinar os participantes em coleta de meristema radicular, preparação de lâminas contendo cromossomos metafásicos e análise em microscopia de fase; tratamento CMA e análise em microscopia de campo claro; tratamento com DAPI e análise em microscopia epifluorescente; preparação de sondas de DNA marcadas seguida de hibridização in situ por fluorescência e análise em microscopia epifluorescente; análises de resultados.

Mais informações e inscrições: https://www.embrapa.br/recursos-geneticos-e-biotecnologia/cursos/curso-citogenetica-vegetal

ver mais notícias