NOTÍCIAS

Especial Expodireto: Enfardadoras da Valtra são destaques da marca para o segmento forrageiro

Os participantes da Expodireto Cotrijal 2016, feira realizada entre 7 e 11 de março em Não-me-toque (RS) poderão conferir variadas opções de tecnologias para enfardamento de fenação e biomassa. No evento estarão à mostra dois modelos de enfardadoras comercializadas pela Valtra no Brasil: a Challenger SB34, que combina fácil operação e baixo custo de manutenção, e a Challenger RB452, entregando rentabilidade com baixa complexidade, que pode ser utilizada para fenação, biomassa e no recolhimento de outros tipos de capins.

Os equipamentos utilizados na fenação podem ser usados tanto para o trato animal quanto para o recolhimento de biomassa, com a finalidade de geração de energia e produção do etanol de segunda geração nas usinas. Na pecuária leiteira, umas das principais atividades econômicas do noroeste do Rio Grande do Sul, o produtor tem a possibilidade de manter a reserva de alimento para o rebanho por meio do armazenamento destes fardos mantendo as mesmas qualidades nutricionais.

“Desenvolvida com um sistema de recolhimento longitudinal, equipamento completamente incorporado sobre rigorosos padrões de qualidade, essa máquina apresenta um sistema diferenciado de recolhimento, oferecendo uma excelente qualidade na formação dos fardos, ganhando tempo no trabalho e também nas manobras. A Challenger SB34 possui na formação dos fardos, uma melhor compactação das fatias com alto padrão de qualidade, onde temos uma distribuição homogênea do material do início até o fim dos trabalhos, produzindo fardos uniformes e com alta densidade”, afirma Marcelo Pupin, coordenador de marketing de produto da AGCO.

O outro modelo de enfardadora que estará em exposição na Expodireto Cotrijal, no estande da Valtra, é a Challenger RB452 – uma máquina versátil, de fácil manuseio e de alta durabilidade, que pode ser utilizada na fenação, biomassa e no recolhimento de outros tipos de capins. “A enfardadora RB 452, possui um melhor custo-beneficio, contando com um baixo custo de manutenção, fácil de manter e usar”, esclarece Pupin.

De acordo com o coordenador, um dos principais diferenciais desta máquina é o sistema de trabalho, que conta com uma alimentação direta com alta capacidade de recolhimento, sendo um equipamento de câmara variável, possibilitando a produção de fardos com vários tamanhos, entre 0,76 a 1,58 m de diâmetro, “O sistema de densidade dos fardos conta com duas molas e dois cilindros hidráulicos que fazem a compressão uniforme do material, o que resulta em fardos com alta densidade, com mais qualidade, compactação do material do início ao fim”, finaliza.

ver mais notícias