NOTÍCIAS

Fundecitrus lança nova versão do sistema de Alerta Fitossanitário

  • 16/10/2015 |
  • Fabiana Assis
O Fundo de Defesa da Citricultura – Fundecitrus colocou no ar, à disposição dos citricultores, uma nova versão do sistema online de Alerta Fitossanitário – Psilídeo utilizado para monitorar a população do psilídeo Diaphorina citri, inseto transmissor do greening (huanglongbing/HLB).
O Alerta Fitossanitário verifica a presença da praga em mais de 138 mil hectares de citros, por meio de 18 mil armadilhas georreferenciadas e serve de base para o manejo regional do HLB.

A modernização do sistema teve como base sugestões de citricultores que participam de grupos de manejo regional. Uma das novidades é que o programa passa a ser disponível na versão mobile para smartphones e tablets, facilitando o gerenciamento das informações pelo produtor.
A nova versão tem navegação mais ágil, novos conteúdos e disponibiliza mais informações por meio de 94 ferramentas dinâmicas, entre gráficos e tabelas interativos, que possibilitam o aprimoramento das análises dos dados referentes ao monitoramento do psilídeo e facilita as tomadas de decisões nas propriedades.

“O novo sistema traz mais agilidade na obtenção e visualização das informações necessárias para o manejo da população do psilídeo nas propriedades, no seu entorno e na sua região”, diz o pesquisador do Fundecitrus Renato Bassanezi.

O programa é abastecido quinzenalmente com informações dos citricultores sobre a população de psilídeos encontrados nas armadilhas de suas propriedades. A partir destes dados e de outros destinados por armadilhas do próprio Fundecitrus, são gerados relatórios que mostram a situação de cada propriedade e das regiões participantes, indicando quais os locais críticos de presença do inseto e onde é necessário fazer o controle.
“A reestruturação do sistema colabora com amplificação do manejo regional e conjunto, dificulta a migração do psilídeo de uma propriedade para outra, facilita as decisões nas fazendas e indica o momento e os locais certos para pulverizar”, explica o engenheiro agrônomo do Fundecitrus Ivaldo Sala.

O projeto tem o apoio da Bayer Cropscience, FMC, Ihara, Syngenta e Koppert. O novo sistema está disponível no site do Fundecitrus (http://www.fundecitrus.com.br/alerta-fitossanitario) a todos os citricultores, independente de participar dos grupos do manejo regional ou não.
O levantamento, divulgado pelo Fundecitrus em agosto, mostrou que o índice do HLB teve aumento de 160% desde 2012, e que a doença já afeta 18% das plantas do parque citrícola de São Paulo e Minas Gerais. Esses números evidenciam a necessidade de união dos produtores no monitoramento do psilídeo e no controle do greening. ver mais notícias