NOTÍCIAS

Indicação Geográfica do Mel do Pantanal e apicultura são discutidos em MS

  • 03/12/2015 |
  • Nicoli Dichoff

Nos dias 04 e 05 de dezembro, sexta-feira e sábado, a apicultura e a Indicação Geográfica (IG) do Mel do Pantanal serão discutidas em eventos voltados para quem trabalha com a atividade (ou tem interesse em começar) em Mato Grosso do Sul. Nesta sexta, o Conselho de Entidades Apícolas do Pantanal irá se reunir para uma Assembleia Extraordinária. Os representantes irão debater assuntos voltados à inclusão da IG nos produtos, caracterizada pelo selo que comprova a origem do mel pantaneiro.

"A IG do Mel do Pantanal representa uma forma de acesso ao mercado para o apicultor pantaneiro. Produzir é a parte mais fácil dessa atividade. Comercializar e fidelizar o consumidor é a parte em que as grandes empresas investem, principalmente na área de propaganda e marketing. O motivo é justamente esse: para conquistar os compradores. A IG pode ajudar muito nisso e também contribuir para elevar o nível de profissionalização da Apicultura em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul", diz Vanderlei dos Reis, pesquisador da Embrapa Pantanal e um dos coordenadores do evento. Este ano, o Mel do Pantanal recebeu a primeira certificação de Indicação Geográfica concedida para mel em todo o país. Para Vanderlei, o selo é um grande diferencial para a agregação de valor aos produtos apícolas pantaneiros.

Além da reunião na sexta, os apicultores do estado poderão participar do 9º Encontro Estadual de Apicultores e Meliponicultores de Mato Grosso do Sul, que será realizado neste sábado na cidade de Água Clara (MS). Durante o encontro, serão oferecidas palestras sobre temas como a prevenção de acidentes e ações defensivas com abelhas africanizadas. "Trazemos assuntos que são de interesse desses profissionais. Nós temos quatro palestras este ano e também contamos com a exposição de equipamentos e produtos apícolas para serem comercializados", afirma Gustavo Bijos, presidente da Feams e um dos coordenadores da iniciativa. "É um evento de confraternização entre os criadores de abelhas, empresários do setor apícola, pesquisadores e todos os envolvidos com a apicultura e meliponicultura. É um encontro para que a gente reveja amigos e troque conhecimentos".

Tanto a reunião quanto o encontro são abertos ao público e gratuitos.

Mais informações, clique aqui.

ver mais notícias