NOTÍCIAS

Iniciativa 2,4-D amplia atuação e leva informações sobre boas práticas agrícolas

  • 03/02/2016 |
  • Mariana Faria

Com o objetivo de multiplicar o conhecimento sobre boas práticas agrícolas, durante 2015, a Iniciativa 2,4-D, grupo formado pelas empresas Adama, Atanor, Dow AgroSciences e Nufarm para gerar informação técnica sobre o uso correto e seguro de defensivos agrícolas, expandiu suas atividades. Além de realizar treinamentos para produtores rurais sobre manejo de resistência de plantas daninhas e o herbicida 2,4-D, a organização reuniu comunicadores de cidades com forte atuação agrícola em eventos exclusivos para esse público. “Disponibilizamos um pesquisador para ficar unicamente à disposição dos jornalistas. Foram discutidas questões regionais no que se refere ao controle de plantas daninhas resistentes e à utilização correta dos defensivos agrícolas. A imprensa é uma grande aliada na missão de disseminar informações que contribuam para uma agricultura cada vez mais sustentável”, declara Ana Cristina Pinheiro coordenadora da Iniciativa 2,4-D. Os encontros ocorreram em São Gabriel do Oeste (MS), Rio Verde (GO), Sorriso (MT), Toledo e Marialva (PR), Erechim, Santa Rosa e Sarandi (RS) e contaram com cerca de 80 profissionais de comunicação.

Para agricultores, a Inciativa 2,4-D promoveu 54 treinamentos em todas macrorregiões do país durante o ano passado. Ministradas por pesquisadores de entidades parceiras como a Universidade de Passo Fundo (UPF), Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) e Universidade Estadual de Maringá (UEM), as palestras sobre manejo de plantas daninhas e o herbicida 2,4-D foram assistidas por 3,5 mil produtores, técnicos e operadores de equipamentos. Os eventos abordaram informações sobre a importância e a função dos herbicidas, os aspectos técnicos do 2,4-D, as suas características físico-químicas, situação regulatória, estudos de toxicidade, ecotoxicidade e segurança no campo. De acordo com Rubem Silvério, Professor Doutor da Universidade Estadual de Maringá, o 2,4-D é um herbicida extremamente importante para combater plantas de difícil controle, mas o produtor precisa saber utilizá-lo. “Os treinamentos são uma ótima ferramenta para auxiliar o agricultor no uso correto deste defensivo agrícola e para prepara-lo para atuar da melhor forma possível no controle de plantas invasoras que comprometem a produtividade das lavouras”, afirma Silvério. A Iniciativa 2,4-D também levou a palestra sobre 2,4-D a grandes eventos do setor, como: ExpoDireto Cotrijal (Não-Me-Toque/RS), Show Rural Coopavel (Cascavel/PR), Show Safra BR 163 (Lucas do Rio Verde/MT), Tecnoshow COMIGO (Rio Verde/GO) e Sintag (Uberlândia/MG).

Plante Seu Futuro

No Paraná, a Iniciativa 2,4-D integrou a Campanha Plante Seu Futuro, do Governo do Estado e outras entidades parceiras. Cerca de 600 profissionais e produtores rurais receberam capacitação em boas práticas agrícolas. O agricultor Roberto Costa, que participou da edição de Toledo, aprovou a iniciativa: “O treinamento vai possibilitar uma mudança significativa na produção. Faremos economias com o que aprendemos sobre o manejo de pragas e o trabalho com o pulverizador”, diz.

Foram feitas discussões sobre os manejos integrados de pragas e doenças e a qualidade da aplicação em cada região. A partir do diagnóstico das aplicações realizadas, técnicos da Emater efetivarão intervenções para aumentar a qualidade e a segurança da tecnologia de aplicação. A intenção é garantir deriva zero em todas as unidades de referência com adequação de até 100 pulverizadores, incluindo novas pontas de pulverização e troca de manômetros, entre outras ações.

Sobre a Iniciativa 2,4-D

A Iniciativa 2,4-D é um grupo formado por representantes das empresas Adama, Atanor, Dow AgroSciences e Nufarm, que, com apoio acadêmico, tem como propósito gerar informação técnica sobre o uso correto e seguro de defensivos agrícolas, além de apoiar projetos que abordem esta questão, como o Projeto “Acerte o Alvo – evite a deriva na aplicação de defensivos”, realizado no Paraná. O foco é educar o produtor sobre a importância da utilização correta de tecnologias que garantam a qualidade da aplicação dos defensivos agrícolas. O grupo defende que o uso adequado das tecnologias de aplicação e a precaução para evitar a deriva são essenciais para garantir a eficácia e a segurança ambiental na utilização de defensivos agrícolas. A Iniciativa 2,4-D se apresenta como fonte de informação e esclarecimento, que, apoiada por estudos acadêmicos, visa desmistificar o emprego do 2,4-D.


ver mais notícias