NOTÍCIAS

Integração Lavoura Pecuária Floresta pode ser diferencial competitivo para o agronegócio

  • 23/03/2016 |
  • Flávia Rios

Foto: Matheus Zanella

Terminou ontem (22/03), a quinta etapa do circuito RedeAgro, realizado no Escritório Regional da John Deere Brasil, em Indaiatuba (SP). O evento reuniu importantes empresários e gestores do agronegócio nacional em uma discussão sobre o tema “Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF) como Estratégia para Alavancar Negócios". Cerca de 80 pessoas participaram do encontro, que contou com palestras, mesas de debate e uma visita técnica ao Centro de Distribuição de Peças e Fábrica de Equipamentos de Construção da John Deere.

Ao longo da programação, grandes nomes do setor promoveram uma rica explanação sobre a prática do sistema de manejo ILPF, contemplando pontos importantes para o desenvolvimento da atividade no Brasil, como o cenário mundial da agricultura, a função estratégica do sistema de integração agricultura, pecuária e floresta e os resultados obtidos por quem já implementa a solução.

O ciclo de palestras foi aberto pelo presidente da Embrapa, Maurício Lopes, que apresentou o tema “Intensificação sustentável. A próxima revolução na agropecuária brasileira". Em sua fala, Lopes traçou um cenário da agricultura no Brasil e no mundo, passando por fatores de interferência como clima, tecnologia e urbanização. Ele destacou a importância de intensificar a agricultura, por meio de sistemas como o ILPF, para produzir mais e melhor, utilizando menos recursos. “A agricultura não pode ser vista como um problema, mas, sim, como uma solução para um futuro sustentável", acredita Lopes.

O especialista chamou a atenção dos convidados para outro ponto importante da atividade: a necessidade de “modelar futuros possíveis" para a agricultura brasileira. “Não podemos pensar em agricultura 'no básico, o futuro é a prática multifuncional, em concordância com os sistemas biológicos e animal", destaca. Segundo Lopes, é preciso se antecipar às inovações do setor e trabalhar com inteligência estratégica para conquistar grandes resultados.

Na sequência, foi a vez de Leonardo Sá, CEO da Prodap - empresa que combina soluções de consultoria, nutrição animal e software para o agronegócio -, apresentar a importância de se conduzir com visão estratégica o modelo de negócio ILPF. “Mais do que mudar a estratégia, o sistema ILPF propõe implantar um novo negócio, que envolve características operacionais e culturais completamente diferentes", afirma.

Segundo Sá, especialista em gestão estratégica, é preciso estabelecer objetivos para a prática do sistema e implantar um planejamento completo para se alcançar o sucesso. “É preciso pensar nas competências do time, nos processos, na cultura, na medição e avaliação de resultados e nas mudanças estruturais para alcançar esse 'hibrido, o novo perfil de negócio bem sucedido", destaca.

Para coroar o ciclo de apresentações, Marize Costa, proprietária da Fazenda Santa Brígida, localizada em Ipameri (GO), apresentou os resultados obtidos com a implantação do sistema ILPF. Segundo a gestora, desde o início do processo, iniciado há 10 anos, a fazenda passou de um estado de intensa degradação para um aumento de 70% na produtividade. “Quando assumi o controle em 2006, eu tinha uma propriedade de 0,5 ua/ha (unidade animal/hectare). Já no ano passado, a média chegou a 4 ua/ha", conta Marize.

Com a ajuda de uma equipe qualificada e assessoria direta da Embrapa, idealizadora do projeto junto a Marize, a fazenda hoje é referência na prática do ILPF. “Fui questionada por muitas pessoas se a integração daria certo. Jamais imaginei chegar aonde cheguei. O sistema alcançou sucesso logo no primeiro ano e o preço favorável das comodities nos deu força para seguir crescendo", analisa a gestora, que atribui o sucesso alcançado à equipe envolvida no desenvolvimento do processo."O apoio da Embrapa, em especial do João K (propulsor da prática no Brasil), com toda parte tecnológica e também emocional, foi fundamental. Assim como toda equipe envolvida na gestão do negócio. Graças à eles, segui firme no projeto e estou muito satisfeita", enaltece.

Conhecimento é o caminho

Com o fim das apresentações, os palestrantes formaram uma mesa redonda para debater os desafios e vantagens do sistema ILPF. William Marchió, diretor executivo da Rede de Fomento ILPF, comandou os debates, que contaram com a participação de gestores de referência no modelo de negócio, como João Vilela, da Agropecuária Chapada dos Guimarães; Marcelo Ribeiro, da Tamburi Agronegócio; e Elder Bruno, da Mafra S/A Agropecuária.

A plateia demonstrou grande interesse pelo assunto e interagiu constantemente com os convidados, trocando experiências e esclarecendo dúvidas sobre o tema. Para Marco Túlio Habib Silva, da Scott Consultoria, a proposta do evento foi esclarecedora e ampliou sua percepção sobre ILPF. “Gostei muito das palestras e fiquei surpreso com a quantidade de pessoas e o engajamento de todos em relação ao tema", afirma Silva, que garante: “É uma transformação que não tem volta. A Integração é o caminho do agronegócio".

RedeAgro

A RedeAgro é a aliança estratégica do agronegócio formada por empresas com soluções sinérgicas e guiadas por um único objetivo: gerar soluções e conhecimento de alto nível para os principais empresários e gestores do agronegócio do Brasil.

ver mais notícias