NOTÍCIAS

Inteligência quarentenária é foco de evento internacional de fruticultura

  • 29/09/2015 |
  • Léa Cunha
Quatro linhas-chave de pesquisa em inteligência quarentenária vão ser abordadas no III Simpósio Internacional de Fruticultura – Sinfrut, que vai acontecer de 13 a 16 de outubro, em Salvador (BA). Com o tema principal “Pragas quarentenárias e melhoramento preventivo”, o evento visa divulgar estratégias de controle e manejo de pragas quarentenárias de fruteiras. Conferências e painéis com especialistas brasileiros e estrangeiros vão abordar aspectos da evolução científica do conhecimento, análise de riscos, planos de contenção e melhoramento preventivo.

O evento é uma realização da Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Sociedade Brasileira de Fruticultura (SBF) e Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab).

Segundo Francisco Laranjeira, presidente do comitê técnico-científico do evento, as quatro linhas-chave norteadoras da programação são: desenvolvimento de métodos de detecção e diagnose, modelos de disseminação e análise de risco de pragas, melhoramento preventivo e mitigação de risco. “Entre os palestrantes estrangeiros, tem pessoas que trabalham mais com métodos de detecção, como o Gert Kema, da Universidade de Wageningen [Holanda], e Amanda Hodges, da Universidade da Flórida [EUA]. José Ricardo Liberato, um brasileiro que trabalha na Austrália, está mais voltado para as atividades de campo, de erradicação. Já o pesquisador Stephen Parnell [Inglaterra] trabalha com métodos matemáticos de amostragem e detecção precoce enquanto Gustavo Mora-Aguilera [México] usa dados epidemiológicos para o manejo em escala regional. Dentre aqueles que a comissão conhecia melhor, selecionamos os especialistas envolvidos com fruteiras que teriam mais a ver com cada linha-chave”, explica.

Expectativa
São esperados 160 participantes. Os três primeiros dias vão ser dedicados a conferências, painéis e apresentações de trabalhos científicos em formato de pôster sobre fitossanidade de fruteiras em geral. No último dia, a programação inclui uma visita às instalações da Embrapa Mandioca e Fruticultura para que os participantes conheçam um pouco do trabalho da instituição relacionado com pragas quarentenárias e melhoramento preventivo.

O Sinfrut 2015 tem o patrocínio de Instituto Biofábrica de Cacau, Sítio Barreiras, Monsanto, Sociedade Brasileira de Defesa Agropecuária (SBDA), Campo Biotecnologia Vegetal, Agropec Consultoria, Moscamed Brasil e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-BA).

Mais informações: www.sinfrut2015.com.br ver mais notícias