NOTÍCIAS

Jovens de MS serão selecionados para participar de programa nacional de formação de lideranças

  • 22/03/2016 |
  • Sistema Famasul

Atrair jovens com potencial de liderança e constituir o primeiro nível de seleção para a etapa nacional do CNA Jovem. Este é o objetivo da etapa estadual do programa, já iniciada. Em Mato Grosso do Sul, os sindicatos rurais indicarão um representante que, após uma triagem, serão selecionados 20 pessoas para a fase nacional.

Nesta segunda e terça-feira (21 e 22), multiplicadores e gestores participam de um treinamento que tem como finalidade repassar a metodologia e alinhamento da condução do CNA Jovem. Multiplicador, ou instrutor, é o profissional que será responsável por conduzir os trabalhos locais, enquanto que o gestor criará uma rotina de trabalho para condução e acompanhamento do programa.

Em Mato Grosso do Sul, um dos multiplicadores é o presidente do MNP - Movimento Nacional dos Produtores, Rafael Gratão, que aposta no CNA Jovem para modificar o setor, ao capacitar novas lideranças. "É importante porque oxigenará o setor, trazendo novos líderes às instituições. Encurta o caminho das mudanças e, neste processo, todos saem ganhando", salienta.

"O nosso meio precisa ser defendido e o jovem, quando se anima, ele vai para frente. Além disso, a troca de experiências, entre nova geração e os mais experientes, é fundamental", salienta Gratão que, com 32 anos, também é uma jovem liderança da agropecuária sul-mato-grossense, formado em administração e tendo participado do Líder MS II - segunda turma do Programa de Lideranças Rurais de MS.

O Líder MS é uma pós-graduação, nível Lato Senso, uma iniciativa do Sistema Famasul e que envolve disciplinas relacionadas a aspectos jurídicos, econômicos, políticos, sociais, organizacionais, além de seminários e estudos de caso que contribuem para a formação intelectual de profissionais que exerçam funções de líderes. Gratão é produtor rural da região de Corumbá, Coxim e São Gabriel do Oeste, sendo também diretor da nova gestão do Sindicato Rural de Campo Grande.

O segundo multiplicador da etapa estadual do CNA Jovem é o produtor rural de Anaurilândia, Murilo Eduardo Franciscon Ricardo, que foi destaque na primeira edição do programa nacional, sendo um dos cinco finalistas, ganhando como prêmio uma visita técnica à China para conhecer instituições de pesquisa, modelos de empreendedorismo e prospecção de negócios.

Franciscon tem apenas 26 anos e é engenheiro agrônomo. Sua experiência no ano passado servirá de apoio e exemplo para os participantes da edição 2016. "Antes do CNA Jovem eu era o Murilo fechado, difícil de ser dobrado. O Murilo de hoje tem um novo jeito de encarar a vida, é mais aberto e mais preparado para decidir. Entendo agora que é mais errado não tomar decisões do que tomar decisões erradas".

O gestor da etapa estadual é o consultor técnico do Senar/MS, Clóvis Tolentino, que atua na instituição há mais de 8 anos. Ele acredita que o Estado é um celeiro de jovens líderes que atendem o perfil do programa. "O CNA Jovem é um esforço em conjunto para formar lideranças para a agropecuária e vai identificar e formar talentos que vão contribuir para o setor".

ver mais notícias