NOTÍCIAS

“Caminhos da Cana” discute futuro do setor sucroenergético no Brasil

  • 14/09/2015 |
  • Andrea Beller
O projeto “Caminhos da Cana”, patrocinado pela Case IH, já está na estrada para mais uma rodada de discussões sobre os desafios e soluções para o setor sucroenergético brasileiro. Até o fim do ano, serão realizadas etapas locais nas principais regiões produtoras de cana-de-açúcar do país. O projeto, criado em 2014, reúne empresas, associações, produtores rurais e especialistas com o objetivo de traçar um panorama da atividade em cada região e reunir informações para a elaboração de um plano estratégico nacional. Os resultados serão apresentados aos órgãos oficiais responsáveis pelo desenvolvimento do agronegócio no país.

Nesta segunda edição, um dos temas centrais é a importância dos derivados da cana-de-açúcar na produção de energias renováveis. Além do debate entre os participantes, os encontros regionais contam com um ciclo de palestras. Marcos Fava Neves, especialista em planejamento e gestão estratégica de empresas, idealizador do projeto e autor do livro "Caminhos da Cana", fala sobre as tendências e competitividade na área. Fábio Balaban, especialista de Marketing da Case IH, aborda o conceito Efficient Power, usado no desenvolvimento dos equipamentos da marca e que visa a aplicação de tecnologias eficientes para tornar as atividades agrícolas cada vez mais rentáveis. "Estima-se que nas operações de uma colhedora de cana o combustível possa chegar a 37% do custo total de operação da colheita mecanizada, por isso qualquer redução, por menor que seja, gera um grande impacto na rentabilidade”.

Na primeira edição, o projeto percorreu mais de 10 mil quilômetros em 25 cidades do interior de São Paulo; mais de três mil produtores rurais foram entrevistados. Devido ao sucesso e à importância dos dados coletados, o projeto ganhou abrangência nacional. Coordenado pela Markestrat, organização de projetos e pesquisa formada por mestres e doutores da área de negócios, o “Caminhos da Cana” também conta com a parceria da Bayer, Orplana, FEARP/USP, Fundace, Fapesp, Canaoeste, UNICA e CEISE.

Próximas etapas:
15/09 – Maringá/PR
16/09 – Presidente Prudente/SP
20/10 – Catanduva/SP
26/10 – Maceió/AL
27/10 – Recife/PE
04/11 – Dourados/MS
17/11 – Uberaba/MG ver mais notícias