NOTÍCIAS

Mercado de tomate fresco é promissor no Brasil

  • 20/10/2015 |
  • Isabella Monteiro
A cultura do tomate no Brasil é a mais importante dentre as hortaliças, tanto no âmbito econômico, quanto no social, pelo seu grande volume de produção e geração de empregos. Segundo a Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas de Hortaliças (ABCSEM), a produção de tomate fresco movimenta atualmente no País quase R$ 10 bilhões no varejo e gera uma massa salarial de mais de R$ 400 milhões no campo. Números que devem aumentar ainda mais ao longo dos próximos anos no Brasil, segundo a entidade.

Ampliação do mercado

De acordo com Steven Udsen, presidente da ABCSEM, o aumento do consumo de tomates de alto valor agregado, o uso de sementes de alta qualidade e a adoção de boas práticas agrícolas aliadas à tecnologia são as principais tendências que contribuirão para ampliar e movimentar ainda mais este mercado.

“A crescente preocupação com a saúde tem impulsionado os brasileiros a consumirem cada vez mais alimentos saudáveis, como as hortaliças, com destaque de modo especial, para as que possuem um apelo diferenciado, aliando qualidade do fruto, sabor, praticidade e maior tempo de conservação. Neste sentido crescem também, gradualmente, os segmentos das variedades do tipo Grape e Italiano, dentre outros tomates especiais, para atender esta demanda específica do consumidor”, explica Udsen.

Outros pontos significativos para o crescimento do mercado de tomate fresco, segundo ele, são a utilização de variedades de sementes cada vez mais resistentes às principais doenças e adaptadas às condições de clima e solo brasileiros, bem como o emprego de formas de cultivo e manejo mais tecnificadas, que melhoram os índices de qualidade e produtividade dos tomates a campo.

“A indústria sementeira está entregando sementes com um pacote tecnológico cada vez mais eficiente ao produtor rural, proporcionando melhorias significativas na produção e na rentabilidade. Há também o emprego de técnicas de manejo mais eficientes, como o melhor uso da fertirrigação e a migração de algumas áreas para o cultivo protegido, que possibilita um menor índice de perdas, maior regularidade na oferta e na qualidade do produto para o mercado”, ressalta Udsen.

Logística e Pontos de Venda

Outras questões importantes neste cenário de crescimento do mercado nacional de tomate fresco envolvem o emprego de melhorias na logística e na forma de comercialização do produto pelo produtor rural. Uma forte tendência, que passará a ser uma exigência dos pontos de venda e dos consumidores, assim como já ocorre na Europa e nos Estados Unidos, é a adoção da rastreabilidade, rotulagem e embalamento dos produtos, tendo como compromisso a qualidade e a padronização no momento da venda. “Estas melhorias precisam ser vistas pelo produtor rural como formas de aumentar sua lucratividade, pois o ajudarão a agregar mais credibilidade e visibilidade ao seu produto”, comenta o presidente da ABCSEM.

Benefícios para a Saúde

O tomate é uma hortaliça extremamente saudável. Ele possui licopeno, substância responsável pela coloração vermelha, rica em antioxidantes que combatem os radicais livres, retardam o envelhecimento, protegem o sistema cardiovascular e inibem alguns tipos de câncer. A hortaliça possui ainda vitaminas C, A e B9, além de sais minerais como cálcio, fósforo, magnésio e potássio. ver mais notícias