NOTÍCIAS

Morgan apresenta no Dia de Campo C.Vale híbridos para a a safrinha de milho

  • 11/01/2018 |
  • Daniel Navarro

A Morgan Sementes e Biotecnologia apresenta de 16 à 18 de janeiro no Dia de Campo C.Vale, em Palotina (PR), seu portfólio de sementes de milho para lavouras de alto e médio investimento. No estande da marca, os visitantes poderão observar parcelas demonstrativas e conhecer detalhes dos híbridos utilizados na safrinha no Oeste Paranaense.

Durante o evento, os agricultores poderão conhecer melhor o MG600, um dos materiais da nova linha de híbridos da Morgan que oferece estabilidade de colheita com alto potencial produtivo e qualidade de colmo.

Outro destaque é o MG580, que se diferencia por aliar sanidade foliar com altíssimo potencial produtivo. Na última safrinha, em 2017, a produtividade do híbrido chegou a ultrapassar 380 sacas por alqueire em lavouras do Oeste do Paraná.

A marca também apresenta no estande o 30A37. Em parcelas demonstrativas cultivadas no estande é possível observar a alta qualidade de grãos que é característica do material. Sua excelente estabilidade produtiva, que proporciona rentabilidade e segurança, tornou o 30A37 o híbrido mais plantado na safrinha do Estado.

O portfólio de híbridos para produção de grãos que será demonstrado durante o Dia de Campo C.Vale inclui ainda os novos MG545, MG320 e MG711. Para produção de silagem de alta qualidade, a Morgan apresenta os híbridos de dupla aptidão MG652 e 20A55, também indicados para produção de grãos.

Tecnologia 
Além do potencial genético de suas sementes, a Morgan também leva ao Campo Experimental C.Vale tecnologias embarcadas em seus produtos que são capazes de aumentar a produtividade e a renda do agricultor de acordo com o nível tecnológico da lavoura e as condições climáticas em comparação com cultivos convencionais.

No estande da marca, uma equipe de especialistas apresentará as características e resultados da tecnologia Powercore no controle e supressão das principais pragas do milho e no manejo de herbicidas, bem como as vantagens do Tratamento de Sementes Industrial para a produtividade da lavoura. Por meio de uma dinâmica, o produtor rural poderá conferir os diferenciais entre o tratamento industrial, que protege a lavoura contra diversos insetos e doenças iniciais da cultura do milho, e o tratamento que ainda é realizado nas fazendas.

Powercore age por meio de três proteínas Bt distintas inseridas, que com múltiplos modos de ação permitem controle de algumas das principais pragas do milho – como Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda), Broca-do-colmo (Diatraea saccharalis), Lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus), Lagarta-rosca (Agrotis ipsilon) e Lagarta-das-vagens (Spodptera eridania) e supressão da Lagarta-da-espiga (Helicoverpa zea). A tecnologia também oferece tolerância aos herbicidas glufosinato e glifosato.

ver mais notícias