NOTÍCIAS

Produtor precisa adotar a armazenagem de precisão

“É um conceito onde se procura criar as condições ideais para a armazenagem de grãos, procurando evitar as perdas que frequentemente ocorrem tanto na qualidade quanto na quantidade do que está armazenado dentro se silos e armazéns. Para isto as pessoas encarregadas deste setor devem receber treinamento e aprimoramento para o manejo adequado de cada tipo de grão respeitando as suas tolerâncias de temperatura e umidade”. Com esta definição o diretor executivo da Qualygran, Julio Espel, explica o que é Armazenagem de Precisão e qual a sua importância.

Julio afirma que antes da comercialização os grãos passam por um processo de classificação e é neste momento que o produtor sofre com as consequências de uma armazenagem inadequada, causada, muitas vezes, por equipamentos mal dimensionados, condições climáticas diversas e ausência de informação e treinamento. “Os silos e armazéns onde os grãos são depositados são ambientes hostis para os grãos, pois contêm grande incidência de pó, calor, frio, umidade, insetos, roedores, aves e variações climáticas extremas”, assinala ele. A consequência disso afeta o bolso do produtor, que muitas vezes não calcula o quanto isto representa na sua lucratividade.

A Armazenagem de Precisão consiste em obter melhores resultados diminuindo custos operacionais e eliminando perdas provenientes da unidade armazenadora. Com pequenos investimentos em tecnologia e manejo orientado, o produtor consegue facilmente um retorno financeiro de 4 a 7% o que em 100 mil sacas de soja seria de R$ 300 mil a R$ 500 mil, só para se dar um exemplo. A preservação dos grãos na armazenagem é historicamente baseada em termometrias e aeração. Para se ter um excelente resultado com esta tecnologia de manejo é importante fazer uso do Sistema de Exaustão Cycloar que são aeradores naturais instalados no telhado dos silos e armazéns e trabalham, movidos somente pelo vento, 24 horas removendo o calor e a umidade de dentro dos mesmos, eliminando 100% do bolsão de calor e evitando o desnecessário acionamento da aeração elétrica, (grandes ventiladores), trazendo, com isto, uma economia de 50 a 70% da energia elétrica.

Perda – Um dos itens nos quais a Armazenagem de Precisão se preocupa muito é com a manutenção da qualidade dos grãos. Julio diz que geralmente, os percentuais de perdas se originam de super secagem causada por aeração inadequada na qual o soja onde o teor de umidade ideal para não ter descontos é de 14% em poucos meses de armazenagem pode cair para 10 ou 11% o que significa 3 ou 4% a menos de peso. “Isto por si só, já representa uma perda significativa nos ganhos do produtor”, ressalta o diretor da Qualygran. O Sistema Cycloar contribui na diminuição das temperaturas na massa de grãos entre 8 e 12 graus “o que representa paralisar as perdas de umidade e a proliferação de insetos nos silos e armazéns, gerando mais ganhos ao produtor', afirma Julio, acrescentando que de nada adianta ter todos os cuidados na lavoura se na hora de armazenar, ele tem perdas significativas por não utilizar a tecnologia Cycloar e os conceitos de Armazenagem de Precisão.

ver mais notícias