NOTÍCIAS

Produtor rural João Franciosi e Gustavo Gulgelmin comemoram e completam o Rally Dakar 2016

  • 20/01/2016 |
  • Thais Frausto

João Franciosi e Gustavo Gulgelmin comemoram - Foto: Victor Eleuterio

"Foi a empreitada mais difícil que tive na minha vida. O sonho de fazer um Dakar e chegar ao final aconteceu. Sempre vou estar pronto para desafio. Foi o meu primeiro e já conseguimos completar. É uma satisfação muito grande. Estou muito feliz por ter chegado, um sonho que se tornou realidade", revelou o piloto João Franciosi, um dos grandes produtores rurais do País que participou pela primeira vez da competição representando o agronegócio e correu com o navegador Gustavo Gugelmin, na mais difícil prova off-road do mundo, o Rally Dakar 2016. O Brasil contou com dez brasileiros no início da disputa, mas apenas duas duplas conseguiram completar a prova. Foram 9.583 km entre a Argentina e Bolívia, que terminou no último sábado (16), em Rosario (Argentina) com a conquista do 58º lugar pela Equipe Mitsubishi Petrobras (Ralliart Brasil), que contou com o apoio da FMC Agricultural Solutions .

Foram condições inóspitas percorrendo desertos, estradas, montanhas e serras. Na Bolívia, enfrentaram a neve e até chuva de pedra. Pelo interior da Argentina, muita poeira, montanhas e temperaturas que beiraram os 50ºC, tornando a prova ainda mais desgastante e chegando ao limite do corpo e dos equipamentos. O produtor rural João Franciosi fez sua estreia na competição e já conseguiu concluir a prova . “Mesmo com os problemas que foram aparecendo, a gente se motivada cada vez mais. Desistir jamais. Sempre que chegávamos a noite ao acampamento a equipe estava feliz, animada por termos concluído mais um dia. Foi dessa maneira que conseguimos chegar até o final. As dificuldades foram nos dando ainda mais motivação. Fazer as dunas a noite foi uma loucura, atolamos várias vezes e achamos que não íamos conseguir. Mas o espírito do rali é isso. Ninguém vem para um Dakar para não encontrar dificuldades. E hoje, ao cruzar a linha de chegada, foi muito bom, todos se abraçando, comemorando", comentou o piloto.

João Franciosi tem 51 anos e é natural de Casca (RS), mas reside há mais de três décadas em Luis Eduardo Magalhães (BA), onde atua no setor de agronegócio. Graças a seu talento, João Franciosi fez uma rápida ascensão no rali. Sua carreira começou no Auto Cross, onde correu por 11 anos e foi 10 vezes campeão baiano. Mas mais de 10 anos se dedica ao cross-country. Apenas em sua segunda participação no Rally dos Sertões, foi campeão geral da prova com uma Mitsubishi L200 inscrita na categoria Production (carro de produção, com poucas modificações). É o único piloto na história a conseguir esse feito. Em 2015, completou 11 participações na maior prova off-road do Brasil e tem em seu currículo um feito único: das 104 etapas disputadas, só não completou uma, em 2009.

ver mais notícias