NOTÍCIAS

Professor é premiado em evento do Rotary Club

  • 29/10/2015 |
  • Alessandra Postali
O professor Ciro Abbud Righi, do Departamento de Ciências Florestais da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ/USP), recebeu o prêmio “José Luiz Guidotti - Preservação do Meio Ambiente”. O docente foi reconhecido como profissional do ano por trabalhos voltados ao meio ambiente. A homenagem ocorreu na OAB Piracicaba, durante cerimônia de reconhecimento aos trabalhos participantes da 16ª Semana da Ética, promovida pelo Rotary Club de Piracicaba.

Abbud contou que ficou muito feliz com a premiação. “É um estímulo e reconhecimento às pessoas que se preocupam com o meio ambiente”, disse. Segundo o docente, o tema do evento remeteu aos ciclos naturais e aos seres vivos mais longevos do planeta, as árvores. “A persistência delas ameniza as intemperes e propicia a estabilidade necessária à proliferação da vida. O homem é um ser natural e como tanto, participa e depende do meio em que vive. As ações voltadas à sustentabilidade social, ambiental e econômica irão resultar em bem-estar e integração ao meio ambiente”, refletiu.

Ao longo da sua trajetória, o professor tem desenvolvido diversas pesquisas e trabalhos acadêmicos na área. “Além de um projeto de extensão relacionado à arborização urbana, que faz os estudantes se movimentarem pela cidade, conhecer pessoas e plantar árvores, também montei uma exposição de fotos de experimentos científicos e desenvolvo um projeto silvipastoril (sistema agroflorestal) com galinhas”, exemplificou Abbud.

Ciro Abbud Righi

Abbud é engenheiro agrônomo (F-1992), mestre (2001) e doutor (2005) em Agronomia pela ESALQ. Atualmente, é revisor dos periódicos Pesquisa Agropecuária Brasileira, Agrotrópica e AJAR (African Journal of Agricultural Research) . Tem experiência na área de Agronomia e Florestal, com ênfase em Ecofisiologia, atuando, principalmente, com Sistemas Agroflorestais, Interações e Ecologia Aplicada. Também trabalhou como trader de empresas em diferentes regiões do país, tendo experiência em exportação, negociação e coordenação da cadeia produtiva. Desenvolveu seu pós-doutorado no Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/ESALQ) e parte deste no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), em Manaus (AM), entre 2007 e 2008, com trabalhos voltados à estimativa de fitomassa de vegetações naturais na Amazônia e sua contribuição ao efeito estufa devido a derruba e queima. ver mais notícias