NOTÍCIAS

Resultados do programa Mais Inovação serão apresentados durante Showtec

  • 07/01/2016 |
  • Famasul

Um dos programas incluídos na metodologia de ATeG - Assistência Técnica e Gerencial desenvolvida pelo Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural é o Mais Inovação, que tem objetivo de oferecer inovação tecnológica para pequenos e médios produtores de bovinocultura de Corte. Os resultados obtidos em 2015 serão apresentados entre os dias 20 e 22 de janeiro, na feira tecnológica Showtec, realizada no município de Maracaju (MS).

Durante o evento, será montado um espaço específico com apresentação de campos demonstrativos referentes a 11 tecnologias implantadas nas propriedades atendidas (Integração Lavoura-Pecuária), informações técnicas detalhadas sobre forrageiras, silagem e valor nutricional. Além disso, os visitantes poderão conhecer outras áreas de atuação da assistência técnica como: hortifrutigranjeiros, piscicultura, floresta e bovinocultura de leite.

Para a coordenadora do programa Mais Inovação, Vanusa Borges, o Showtec oferecerá ambiente ideal para divulgação dos resultados da assistência técnica do Senar/MS. “Procuramos ser abrangentes nas apresentações, para divulgar todos os programas de ATeG e os dados alcançados na pecuária de corte. Teremos ainda, seis caravanas de visitação com cerca de 100 produtores assistidos por nossa equipe técnica, nas áreas de hortifrutigranjeiros e bovinocultura de leite”, detalha.

Sobre o Mais Inovação

Iniciado no Estado em 2012, pelo Senar/MS, o programa de assistência técnica atua na inserção de inovação tecnológica no campo, áreas do conhecimento voltados à produção focando sempre no resultado, através de orientações na aptidão de uso do solo, oportunidades de produção, gestão, comercialização, logística e construção de planos de negócios das atividades desenvolvidas.

Desde o início das atividades houve crescimento de 293% no atendimento, com 188 produtores rurais assistidos em 31 municípios de Mato Grosso do Sul. A metodologia utilizada nos programas é baseada na meritocracia e está fundamentada em cinco etapas: diagnóstico produtivo individualizado, planejamento estratégico, adequação tecnológica, capacitação profissional e avaliação sistemática de resultados.

ver mais notícias