NOTÍCIAS

Sementes Piraí lança Projeto “Chega de Nematoide”

O compromisso com a sustentabilidade e o desafio de manter a produtividade mediante os altos prejuízos causados pelos nematoides na agricultura brasileira, motivou a Sementes Piraí a lançar nesta semana o projeto “Chega de Nematoide”. O objetivo da série é agregar especialistas da área da nematologia, apresentando informações atualizadas sobre a ação dos nematoides e como eles podem ser controlados através da adubação verde, no caso a crotalária e outras variedades de sementes, em vários cultivares.

O cenário de prejuízos na lavoura causados por esses seres quase microscópicos é devastador e preocupante. Há situações em que o abandono da área produzida se mostra como a única alternativa viável. A Sociedade Brasileira de Nematologia (SBN) estimou recentemente que as perdas podem passar dos 16 bilhões de reais por safra na cultura de soja. O controle com plantas não hospedeiras é a indicação de muitos estudiosos no assunto.

Sendo assim, o projeto estreia com a entrevista técnica do Professor Mário Inomoto (engenheiro agronômo pela USP, mestre em Fitopatologia e doutor em Entomologia pela mesma instituição), que destacou a ação da adubação verde para o controle de nematoides nos cultivares de soja e algodão. A entrevista aborda informações sobre a escolha dos adubos verdes, plantio e manejo, e a recepção da adubação verde pelos produtores.

A escolha do Professor Inomoto para estrear o projeto “Chega de Nematoides” foi pontual. Sua carreira é toda dedicada ao estudo dos nematoides. Possui especialização na avaliação de culturas para sucessão ou rotação, visando ao manejo de nematoides das galhas e das lesões e manejo de fitonematoides nas culturas do algodão, café e soja. Atualmente é discente associado da ESALQ-USP e integra o time de especialistas a disposição do produtor pelo site Controle as Pragas.

O primeiro conteúdo do projeto Chega de Nematoide já está disponível no site Controle as Pragas: uma entrevista técnica, completa e atualizada, que vai contribuir para o desenvolvimento de lavouras cada vez mais sustentáveis e com nematoides controlados. Para ter acesso a entrevista na íntegra, basta visitar o site: http://www.controleaspragas.com.br/chega_de_nematoide-texto-a35.html

ver mais notícias