NOTÍCIAS

Sojicultores terão forte aliado no gerenciamento de doenças em suas lavouras a partir do monitoramento de 200 áreas de referência no País

  • 02/03/2016 |
  • Fabiana Trebilcock de Freitas

Monitoramento e planejamento. Palavras-chave quando o assunto é controle de doenças da soja, que representam risco de grandes perdas para agricultores brasileiros. Atenta a todas as necessidades do campo, a Syngenta reuniu 83 dos principais pesquisadores e consultores do Brasil com a missão de monitorar e referenciar mais de 200 áreas em todo o País, para ajudar sojicultores no acompanhamento da evolução da ferrugem asiática e de outras doenças da soja. A partir de agora, é possível contar com uma plataforma que disponibiliza dados específicos por regiões produtoras, denominadas “Áreas Referência”.

Ao acessar o site ou o aplicativo Aplicou, Rendeu (www.aplicourendeu.com.br) e realizar um cadastro, o agricutor tem a opção de escolher a região de preferência e acompanhar os dados comparativos de controle e residual, além de conferir o período de infestação da ferrugem e outras doenças, podendo, assim, planejar o manejo de sua lavoura com mais precisão. Para um monitoramento mais efetivo, a ferramenta permite a realização de comparações de proteção entre a área com tratamento Syngenta, com o tratamento padrão da fazenda e área sem nenhuma aplicação de fungicidas.

“As informações disponibilizadas pelas Áreas Referência ajudarão milhares de sojicultores brasileiros a entender a evolução das doenças da soja e, dessa forma, se planejar melhor para futuras aplicações em suas propriedades, com base em dados coletados por renomados especialistas nessa área”, afirma Robison Serafim, Gerente de Portfólio de Fungicidas da Syngenta.

Aplicativo

A partir de agora, todo o conteúdo e as funcionalidades do site Aplicou, Rendeu podem ser acessados pelo aplicativo de mesmo nome, disponível para smartphones Windows Phone, Android e iOS.

Os resultados alcançados por Elatus no campo nas últimas safras, informações sobre o produto e tudo que o sojicultor precisa saber para proteger a lavoura contra a ferrugem asiática e outras doenças, com maior tempo de proteção e alcance de produtividade, são alguns dos principais dados que agora também podem ser acompanhados pela nova interface.

ver mais notícias