NOTÍCIAS

Tratamento de sementes DuPont™ Dermacor® recebe classificação IV

Além de ter obtido, há dois meses, o registro para uso em novas culturas e pragas, o inseticida Dermacor®, indicado no tratamento de sementes de milho e soja, recebeu dos órgãos oficiais a classificação toxicológica IV - pouco tóxico, portanto, no tocante ao risco à saúde humana. Quando registrado emergencialmente, no ano passado, o agroquímico recebera uma classificação mais restritiva, a faixa azul, equivalente a medianamente tóxico, agora substituída pela cor verde nos frascos.

Outra alteração atrelada ao registro definitivo é que Dermacor® está disponível para comercialização na cor branca para o tratamento de sementes nas propriedades rurais. Para tanto, informa a DuPont, é necessária a adição de um agente corante, operação que de acordo com a companhia não altera o desempenho nem o modo de ação do produto.

Uma tecnologia de ponta, introduzida no Brasil no ano passado, Dermacor® é indicado no controle de pragas foliares e de solo nas culturas de soja e milho. Trata-se do primeiro inseticida para tratamento de sementes do mercado brasileiro pertencente à revolucionária classe química das Diamidas Antranílicas.

De acordo com o engenheiro agrônomo Érico Cardoso, gerente de marketing de Tratamento de Sementes da DuPont, na cultura da soja Dermacor® é recomendado no manejo preventivo das pragas de solo Elasmo (Elasmopalpus lignosellus) e Coró (Phyllophaga cuyabana), bem como das lagartas foliares iniciais Helicoverpa armigera, Spodoptera frugiperda e Anticarsia gemmatalis.

Já nas sementes de milho, acrescenta o executivo, o inseticida da DuPont controla preventivamente a praga foliar lagarta do cartucho (Spodoptera frugiperda), e as de solo denominadas coró Phyllophaga cuyabana e coró Lyogenes fusca.

Segundo Cardoso, o tratamento de sementes Dermacor® proporciona resultados consistentes quando aplicado no controle das pragas foliares e de solo nas sementes transgênicas da soja e do milho Bt.

Estudos em campos experimentais realizados pela DuPont, anteriormente à obtenção do registro oficial de Dermacor®, demonstraram que tanto nas lavouras convencionais como transgênicas a aplicação do novo produto resultou em ganhos representativos em eficiência e na produtividade de soja e milho.

Cardoso avalia que outro benefício importante associado a Dermacor® é o rápido estabelecimento da cultura tratada. “A planta cresce com mais vigor e mais tolerante a intempéries, pois a semente atinge o máximo de sua expressão genética”, explica o executivo.

De acordo com a DuPont, o tratamento de sementes Dermacor® é aplicado em baixas doses e apresenta efeito residual prolongado e alta seletividade aos amigos naturais das pragas. Aplicado em alternância a outros inseticidas, reforça a companhia, o produto desempenha papel importante no manejo de resistência de pragas aos ingredientes ativos de agroquímicos comercializados no Brasil.

ver mais notícias