NOTÍCIAS

Trigo pode ter novamente frustração de safra por causa do clima

  • 24/09/2015 |
  • Nestor Tipa Júnior
Em mais um ano, o clima pode ser determinante para uma quebra de safra de inverno no Rio Grande do Sul. Depois de amargar perdas na temporada passada por causa de problemas com o tempo, uma forte geada ocorrida nos dias 12 e 13 de setembro vai trazer novo revés aos produtores gaúchos de trigo. Os reflexos também serão sentidos na safra de milho do estado, que já estava em fase de semeadura.

De acordo com o presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Rio Grande do Sul (FecoAgro/RS), Paulo Pires, ainda é difícil quantificar as perdas nas lavouras gaúchas conforme os relatos repassados pelas áreas técnicas e dirigentes das cooperativas, mas os danos são graves. Na cultura do milho, a expectativa, conforme o dirigente, é que muitos produtores desistam do plantio do grão. "Tínhamos até o evento, 40% das lavouras de milho plantadas e muitos tiveram prejuízos por causa da geada. Diversos produtores vão deixar de replantar o milho para investir na soja, o que é uma pena, pois nossas agroindústrias dependem muito do grão para a ração", observa.

No trigo, Pires avalia que as perdas também serão significativas, especialmente nas regiões de baixadas. "Com convicção, teremos perdas na cultura no Rio Grande do Sul. O produtor reduziu a área do cereal, mas fez um plantio bem feito para esta safra. Foi um evento de frio no meio de um período de altas temperaturas que nos trouxe este problema", destaca.

Outro ponto destacado pelo presidente da FecoAgro/RS que dificulta a avaliação de perdas é o excesso de chuvas que vem afetando os gaúchos nas últimas semanas e que deve persistir. Conforme os prognósticos meteorológicos, o El Niño será um dos piores dos últimos tempos, o que pode aumentar ainda a quebra de safra. No ano passado, por causa do clima, houve uma quebra de 42% na safra de trigo em relação ao ano de 2013.
ver mais notícias