NOTÍCIAS

Uso da água na agricultura deve aliar produção e sustentabilidade

  • 19/02/2016 |
  • Nestor Tipa Júnior

Rodolfo Gil. Foto: Flávio Burin

A América do Sul ainda é o celeiro do mundo. Com disposição de terras e água, a produção nos países do continente vem aumentando. Mas para isto é preciso aliar produtividade e sustentabilidade. Esta foi a mensagem passada pelo engenheiro agrônomo do Instituto Nacional de Tecnologia Agrícola (Inta), da Argentina, Rodolfo Gil, durante palestra na Abertura Oficial da Colheita do Arroz nesta quinta-feira, 18 de novembro, em Alegrete (RS).

De acordo com o especialista, que trouxe a experiência de projetos realizados na Argentina, especialmente os países do Mercosul tem potencialidade para ampliar a produtividade das lavouras tendo a água como um dos principais insumos das lavouras. "Argentina, Brasil, Uruguai e, porque não dizer, toda a América Latina, é uma fábrica de alimentos para o mundo. Há uma necessidade de produzir melhor e também produzir mais", avalia.

Na opinião de Gil, a água é o fator mais importante da produção de grãos, mas é preciso fazer certas leituras de como induzir o produtor a ter maior efetividade nos resultados produtivos aliando a preservação no ato do plantio. É importante entendermos por onde passa a produtividade da água, para isso precisamos saber qual a importância da água na produção e sustentabilidade, do que depende a disposição da água, quais os fatores impactantes na produtividade da água e como podemos melhorar isso", observa.

A vigésima sexta edição da Abertura Oficial da Colheita do Arroz ocorre entre os dias 18 e 20 de fevereiro de 2016 no Parque Lauro Dornelles, em Alegrete. O evento é organizado pela Federarroz e Associação dos Arrozeiros de Alegrete, com o apoio do Sindicato Rural de Alegrete. Mais informações podem ser obtidas no site www.colheitadoarroz.com.br.

ver mais notícias