NOTÍCIAS

Workshop apresenta resultados de pesquisas para o controle do capim-annoni

Pesquisadores de diferentes regiões do país estiveram reunidos na Embrapa Pecuária Sul, em Bagé (RS), para a realização do IV Workshop da Rede de Pesquisa em capim-annoni (Eragrostis plana): ampliação do conhecimento e controle, nos dias 05 e 06. No encontro foram apresentados resultados de diversas pesquisas que estão sendo desenvolvidas objetivando conhecer melhor a planta e propor estratégias de controle da principal espécie de invasora presente nos campos da região Sul.

A Rede de Pesquisas em Capim-annoni foi criada em 2007 para integrar trabalhos desenvolvidos em instituições de pesquisas e universidades. Segundo o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul Naylor Perez, coordenador da rede, o objetivo principal foi de otimizar os esforços para proporcionar mais e melhores informações para o produtor. “Com isso, queremos proporcionar ao produtor informações e ferramentas para o controle dessa planta invasora que traz inúmeros prejuízos para a pecuária da região”, salientou o pesquisador. Entre as contribuições, Perez ressalta o desenvolvimento do Método Integrado de Recuperação de Pastagens (Mirapasto), que integra diferentes práticas de manejo para controlar o capim-annoni e também outras plantas indesejadas nas pastagens.

No primeiro dia do workshop foram apresentados os resultados de pesquisas que vão desde biologia básica da planta até modernas técnicas de monitoramento remoto para a identificação de áreas infestadas pelo capim-annoni. Também foram relatos trabalhos que avaliam o comportamento animal em área com a presença da planta, a interação entre o capim-annoni e as espécies nativas e caracterização dos prejuízos e do avanço da infestação de capim-annoni em ambientes cultivados e naturais. “Nessa segunda fase da rede, que está se encerrando foram ampliados conhecimentos e validados métodos de controle da invasora”, ressaltou Naylor Perez. Além da Embrapa participam da rede instituições como a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal de Pelotas, Universidade de Passo Fundo e Fepagro.

Com a participação de representantes dos produtores e da Emater/RS, no segundo dia foi realizada uma reunião técnica para ouvir demandas do setor produtivo e também planejar ações futuras. Segundo o coordenador da associação de produtores Alianza del Pastizal, Marcelo Fett Pinto, a qualidade na tomada de decisão é fundamental para prevenir e combater a infestação pelo capim-annoni. Já o gerente regional da Emater de Bagé, Eloi Pozzer ressaltou que é preciso ter cuidados fora das porteiras também. “Só em Bagé temos em torno de mil quilômetros de estradas e esses corredores estão quase todos tomados pelo capim-annoni”. Entre as ações propostas está a criação de mecanismos de comunicação com diferentes públicos, apresentando resultados de pesquisas já existentes e também recomendações para o controle da invasora.

ver mais notícias