Logo

Facebook Twitter

NEWSLETTER

Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura


26 de Setembro a 27 de Setembro
VI SIMBRAS
01 de Outubro a 03 de Outubro
9º Congresso Internacional de Bioenergia
Atualizacoes Phytus.gif


home > notícias > matéria
19/06/2012 17:34:41
Fundação John Deere lança documentário sobre agricultura sustentável

A Fundação John Deere, em parceria com a Embrapa e com a produtora Videomakers, lançou na segunda-feira (18), no Dia da Agricultura e Desenvolvimento Rural, evento paralelo à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), o documentário Terra e Sustentabilidade.

O documentário traz à tona os benefícios de um dos sistemas agrícolas mais eficientes do ponto de vista da sustentabilidade e da produtividade no campo, o sistema de manejo agrícola Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF), que tem como objetivo integrar produção de alimentos, fibras, energia e madeira, realizados na mesma área, em cultivo consorciado, em sucessão ou rotação. A técnica vem ao encontro do alerta dado por Ban Ki-moon, secretário-geral das Nações Unidas, durante a conferência: “Sem solo saudável, a vida na Terra é insustentável”, afirmou.

Terra e Sustentabilidade mostra que as vantagens da recuperação de áreas e integração de cultivos são muitas: redução de custos de produção, melhor uso da terra, mais eficiência no uso da mão de obra e dos recursos de produção e uso adequado de energia, além da redução de emissões de gases de efeito estufa.

"Os produtores do documentário visitaram todos os biomas brasileiros, pois, para cada bioma, existe uma particularidade na aplicação da iLPF. Ouvimos agropecuaristas de todo o Brasil, relatando experiências positivas com o sistema. O vídeo foi produzido durante 18 meses, acompanhando safras, entressafras e diferentes estações", explica César Romagna, diretor-geral da Videomakers.

Cerca de 10% das pastagens brasileiras, ou seja, 18 milhões de hectares, adotam sistemas que proporcionam a recuperação da área. O Brasil assumiu o compromisso internacional de recuperar 15 milhões de hectares de pastagens degradadas até 2020, e, com isso, reduzir entre 83 e 104 milhões de toneladas de CO2 equivalente. “Os números são desafiadores e a boa notícia é que a adoção desta técnica tem aumentado, com participação efetiva de diversas partes da cadeia produtiva. Reflexo disso foi a assinatura do termo de cooperação técnica para a Rede de Fomento à Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, em abril, pela John Deere e pela Embrapa. Os investimentos da companhia serão de R$ 2,5 milhões, em um período de cinco anos”, afirma Alfredo Miguel Neto, diretor de Assuntos Corporativos América Latina da John Deere.

A John Deere participa ativamente do programa integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF). A empresa apresenta aos produtores, por meio de dias de campo, os benefícios sociais, ambientais e econômicos da rotação de culturas, com pastagens e plantio de espécies florestais. “A John Deere tem organizado uma série de eventos e encontros com os agricultores, o que permite a ampliação da transferência de tecnologia e conhecimento técnico-cientifico aos produtores rurais”, diz Miguel Neto.

O evento Dia da Agricultura e Desenvolvimento Rural (www.agricultureday.org) contou com apoio da John Deere Water.


Sílvia Sibalde
Assessoria de Imprensa

Logo Rodapé
RSS Twitter Facebook