Estudo aponta que plantio mais rápido de soja não compromete qualidade e pode aumentar produtividade

Por Vinicius Cunha, coordenador Farm Solutions da AGCO América do Sul.

Qual o impacto da velocidade no plantio da soja com a plantadeira Momentum, da Massey Ferguson? Primeiro projeto global 100% desenvolvido e fabricado no Brasil pela AGCO, multinacional detentora da marca Massey Ferguson, a plantadeira é sensação desde o seu lançamento, em abril de 2019. Para responder à questão inicial, foi realizado um estudo comparativo de velocidade de plantio em três diferentes regiões agrícolas do país, durante duas safras com o equipamento.

O trabalho consistiu em um comparativo com as seguintes velocidades na operação de plantio: 7.0, 9.0 e 10,5 km/h na safra 2018/2019 em uma fazenda no município de Sorriso (MT); 5,0, 7,5 e 10 km/h na safra 2019/2020, em uma propriedade em Santa Bárbara do Sul (RS) e outra em São Gabriel do Oeste (MS).

Os resultados foram bastante surpreendentes. Não foi notada diferença estatística na produtividade da soja, ou seja, o plantio realizado com a plantadeira Momentum, mesmo em velocidades maiores, garantiu o mesmo índice produtivo das lavouras, de acordo com os gráficos abaixo:

Os números demonstraram que, com o uso da plantadeira Momentum, é possível plantar soja em velocidades de até 10,5 km/h sem prejudicar a produtividade da lavoura. Durante o trabalho, a equipe conseguiu plantar a 2, 3,5 e até 5 km/h mais rápido, perdendo 0% ou menos de 1% de produtividade.

As grandes fazendas da região do Cerrado ou mesmo as de tamanho médio no Sul brasileiro têm no plantio uma tarefa complexa e de grande importância, que define a produtividade da lavoura e a rentabilidade do agricultor. Nessa fase, as equipes de campo são muitas vezes desafiadas a acelerar o plantio, para fazer com que a operação aconteça dentro de uma ótima janela. 

O estudo demonstrou que as fazendas brasileiras agora têm uma solução para plantar mais rápido, sem comprometer a produtividade da lavoura. Com estes resultados, o agricultor poderá aumentar a velocidade da máquina, mantendo a qualidade da sua produção, plantando dentro da janela ideal, o que aumenta a produtividade da lavoura e, consequentemente, a renda do agricultor. É importante salientar, que estes resultados foram obtidos em diferentes condições de solo e topografia, ou seja, tanto em terreno plano e solo mais leve, quanto em terreno ondulado e solo mais pesado, o sistema de plantio da plantadeira Momentum garantiu o mesmo nível de produtividade, nas velocidades avaliadas neste trabalho.

A Figura 2, abaixo, mostra o potencial de produtividade da soja**, de acordo com a data de plantio, bem como a quantidade de área plantada de acordo com a velocidade da operação de plantio. Utilizando a velocidade de 10,5 km/h temos um aumento de 33% na eficiência da operação, plantando 77% da lavoura dentro da janela ideal, 26% a mais em comparação com 7 km/h.

Figura 2. A linha preta no gráfico representa o potencial de produtividade da soja à medida que o plantio foi atrasado (eixo da esquerda). As colunas verde e vermelha representam a quantidade de hectares plantados em diferentes períodos, considerando um cenário teórico criado, comparando o plantio a 7 e 10,5 km/h (gráfico da direita), em uma lavoura de 2500 hectares.

 

Os resultados são consequência de um conjunto tecnológico que compõe a máquina, e não se deve ao desempenho de um componente em específico. O sistema Smart Frame, exclusivo do equipamento, garante que as linhas de plantio estejam sempre na posição correta e em contato com o solo, fornecendo profundidade de plantio uniforme mesmo em terrenos ondulados, incluindo terraços.

As soluções Precision Planting vSet e vDrive, embarcadas na plantadeira Momentum, garantem correto espaçamento entre as sementes no sulco de plantio e também a quantidade correta por hectare, interagindo em tempo real com o operador por meio de informações (taxa de sementes, singulação, falhas, duplas, etc) enviadas ao monitor 2020. Assim, a Momentum possui uma combinação única de tecnologias que alcança alta qualidade no plantio, aliada a grande agilidade na operação, de norte a sul, em diferentes terrenos e condições de plantio.

Considerando que diferentes velocidades de plantio proporcionam diferença na quantidade de área plantada por dia de trabalho e que a plantadeira Momentum demonstrou capacidade de plantar mais rápido mantendo a produtividade da soja, foram criados dois cenários de plantio, para uma fazenda de 2.500 hectares, como visto na Figura 2. Quando o plantio é executado a 10,5 km/h, a produtividade pode aumentar em até 398 kg por hectare quando comparado com o plantio a 7 km/h, devido ao melhor aproveitamento da janela de plantio, previamente ilustrado na Figura 2. Isso significa um aumento de renda de até R$ 464,33 por hectare***, como pode ser conferido na Figura 3.

grafico_mf-03

Figura 3. Produtividade potencial média alcançada em uma fazenda de 2.500 hectares, com 33% a mais de eficiência no plantio como resultado do aumento na velocidade de plantio de 7,0 para 10,5 km/h

 

**A base de dados consultada para determinar quanto de redução temos na produtividade, à medida que o plantio da soja é atrasado, veio de uma dissertação de mestrado realizada na região de Sinop (MT), que comparou a produtividade da soja em diferentes épocas de plantio. O documento pode ser consultado por meio do link: https://www1.ufmt.br/ppga/arquivos/3e2cca7e8cef5cff0c04e8e07177e5c5.pdf.

***Valor da soja considerado foi de R$ 70,00.


ver mais artigos

Por Vinicius Cunha, coordenador Farm Solutions da AGCO América do Sul

CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura