Fendt comemora primeiro ano de trabalho e tecnologia no Brasil

Por José Galli, diretor da Fendt América do Sul.

Estudos da ONU apontam que em 2050 a população mundial será de 10 bilhões de pessoas. Serão quase 3 bilhões de pessoas a mais do que temos atualmente. Isso significa, aumento da necessidade de alimentos, vestuário e diversos outros recursos. Ao mesmo tempo, temos um dos biomas mais ricos do planeta para proteger, e uma sociedade mais consciente, que não aceita o aumento de produção de forma desordenada.

Portanto, temos pela frente 30 anos para praticamente dobrarmos a produção de alimentos e insumos para o vestuário, como o algodão, sem aumentar a área total plantada. Diversos estudos mostram que o Brasil é o país com maior potencial para este crescimento de produção sustentável e, tais objetivos, conforme a história mostra, só serão atingidos com tecnologia, confiança e muito trabalho.

A agricultura brasileira foi sempre protagonista, sendo o principal motor de desenvolvimento do país ao longo dos séculos. Com o passar do tempo, o Brasil foi ganhando importância no cenário mundial, graças à sua aptidão agrícola, seu clima privilegiado e extensão de área. No entanto, o grande salto da agricultura do país só começou a acontecer em meados dos anos 1950, quando os estudos agronômicos ganharam importância e viabilizaram a agricultura profissional no cerrado brasileiro.

O país que conhecemos hoje, de agricultura pujante, celeiro do mundo, surgiu no seu próprio interior. Este novo Brasil, nascido da inteligência agronômica, impulsionada por órgãos públicos como o IAC (Instituto Agronômico de Campinas) e pela Embrapa, e também pelo setor privado, tem levado tecnologia e desenvolvimento para as suas demais regiões. É este movimento que faz do cerrado brasileiro o berço da agricultura profissional do país, principalmente na área de grãos.

Sedimentada a agricultura profissional brasileira, ano após ano, a demanda por tecnologia vem crescendo por aqui. A região do cerrado, responsável por 40% da produção brasileira de grãos, de acordo com dados do IBGE, passou a ser pioneira na adoção de soluções inteligentes de cultivo. É por isso que quando a Fendt, marca premium de máquinas agrícolas, decidiu vir para o Brasil, escolheu o cerrado como ponto de partida para as suas operações.

A marca chegou ao país em 2019 com um portfólio de máquinas e soluções excepcionais para o agricultor brasileiro. A partir de Sorriso, no Mato Grosso, começamos as operações da Fendt com muita confiança de que a crescente adoção de tecnologia, também será o vetor para que o Brasil chegue a um novo patamar no cenário internacional.

Foram traçadas metas importantes para o primeiro ano da marca no país. Hoje, completado este primeiro ano, superamos todas elas, sobretudo a mais importante – a conquista da confiança do agricultor profissional brasileiro. Trouxemos os tratores mais potentes e confiáveis do nosso portfólio, da série Fendt 1000 Vario, até então inédita na América do Sul e que vem encantando os agricultores brasileiros.

Realizamos o maior programa de testes do mundo para a colheitadeira Fendt IDEAL, com 24 máquinas rodando em 45 propriedades diferentes e mais de 60 pessoas envolvidas neste esforço.  Este plano de demonstração apresentou a alta performance da série IDEAL na prática de colheita. A equipe do Brasil, que liderou o projeto, contou com especialistas da companhia de diversos países, como Alemanha, Itália, Estados Unidos, África do Sul, Argentina, Canadá e Dinamarca. Além disso, no início de 2020, disponibilizamos ao mercado a evolução da plantadeira dobrável mais tecnológica do mundo, que foi desenvolvida no Brasil – a Fendt MOMENTUM de 40 linhas, com caixa de fertilizantes.

O primeiro aniversário da Fendt no Brasil acontece em meio à uma pandemia que impossibilita estarmos reunidos com nossos clientes e parceiros, mas mesmo este desafio foi superado, sempre com auxílio da nossa velha amiga, a tecnologia. Portanto, expandimos nosso portfólio, realizando a primeira live de lançamento de produto do agronegócio brasileiro na internet – a série de tratores Fendt 900 Vario, reconhecida como “Trator do ano 2020” na maior feira do agronegócio europeu.

Mesmo com as incertezas do atual ambiente global, a Fendt agora vai desbravar novas regiões do país, a partir da sua sede no Cerrado, a exemplo do que aconteceu na formação do “Brasil celeiro do mundo”. Antes da próxima safra de soja, ou seja, até setembro de 2020, teremos novas concessionárias Fendt em Primavera do Leste (MT), Campo Novo do Parecis (MT), Sidrolândia (MS) e Rio Verde (GO). Em seguida, vamos para Maracaju (MS), Cristalina (GO), Querência (GO) e Balsas (MA).

Terminaremos o ano com nove pontos de venda e prontos para avançarmos para novas regiões do país e da América do Sul em 2021. Tecnologia, confiança e muito trabalho, valores primordiais para que não falte o alimento no mundo do futuro, também serão os principais valores que sempre irão guiar as ações da Fendt no Brasil e em todo o continente.

 


ver mais artigos

Por José Galli, diretor da Fendt América do Sul

CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura